JF. quinta-feira 25 mai 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
17 de maio de 2017 - 19:17

Alunos-atletas de 22 faculdades em ação

Por Tribuna

O Universitarius está de volta. Após reunir cerca de 1.350 alunos-atletas de instituições de ensino públicas e privadas de toda a cidade em 2016, o evento realizado na Faculdade de Educação Física e Desportos (Faefid) da UFJF deve receber, entre esta sexta-feira (19) e o dia 12 de novembro, 22 faculdades do município com um total aproximado de 1.200 integrantes. Tanto no feminino, quanto no masculino, serão 13 modalidades, com exceção do futebol, apenas entre os homens. Para esta edição, os organizadores apostaram no estreitamento da relação com os participantes para otimizar as experiências dentro e fora das quadras e do campo.

“Buscamos ouvir o pessoal. Não é um evento pequeno, mas de uma infraestrutura muito grande. E isso fez os alunos voltarem. Realizamos uma pesquisa de opinião ano passado, após os jogos, e tiramos o Desafio Crossfit, por exemplo, com menor participação e avaliação, e inserimos as gincanas solidárias”, relata um dos responsáveis pelo Universitarius, Basileu Gouvêa.

Haverá competição um final de semana por mês, exceto em maio, com duas destas datas reservadas ao futebol, com início nesta sexta e finais programadas para os próximos dias 26 e 27. Ainda estão previstas competições no atletismo, natação, tênis, tênis de mesa, xadrez, basquete, futsal, handebol, pebolim, peteca, vôlei e a gincana solidária.
Não há mais possibilidade de novas inscrições de atléticas. Apenas alunos podem garantir presença. O primeiro lote vai até esta sexta, nos valores de R$ 60 (participação em todas as modalidades que quiser) ou R$ 90 (mesmo direito do menor preço mais entrada na festa de encerramento do Universitarius). A partir deste sábado (20), o segundo lote é iniciado, a R$ 65 e R$ 95, respectivamente, até 2 de junho. Podem atuar alunos regularmente matriculados nas instituições de ensino até este sábado (20), em nível de graduação ou pós-graduação autorizada pelo MEC.

Sobre a gincana, Basileu explica que a atividade vai funcionar como se fosse o atletismo, é uma modalidade com provas. “Em maio, vamos arrecadar produtos de limpeza e higiene pessoal. Em junho, pelo clima, vamos arrecadar roupas de frio, e em julho alimentos não perecíveis. Nos outros meses ainda estamos decidindo. Quem recolher mais, recebe maior pontuação no ranking geral.”

Publicidade


*

Restam 500 digitos

 

Top