JF. terça-feira 25 abr 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
16 de fevereiro de 2017 - 19:41

ANTT suspende linha de ônibus JF-Valença

Passageiros foram surpreendidos com a medida e ficaram sem o serviço nesta quinta. Nova empresa deve assumir em caráter emergencial
Por Eduardo Valente
Equipe da ANTT esteve nesta quinta-feira na rodoviária de Valença, onde diversos passageiros não puderam embarcar

Equipe da ANTT esteve nesta quinta-feira na rodoviária de Valença, onde diversos passageiros não puderam embarcar

Passageiros que fazem uso da linha interestadual de ônibus da Frotanobre entre Juiz de Fora e Valença (RJ) foram surpreendidos nesta quinta-feira (16) com a suspensão dos serviços. A medida foi adotada pela empresa em cumprimento à determinação da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT). A Tribuna entrou em contato com a empresa, mas ela não se pronunciou oficialmente sobre o assunto. Durante a tarde, porém, informava aos clientes, via telefone, que a determinação foi conhecida durante a manhã e prontamente acatada. Leitores relataram que diversas pessoas estiveram na rodoviária de Valença ao longo do dia para reaver o valor da passagem.

A Frotanobre era a única empresa que fazia a rota entre as duas cidades, cuja distância é de aproximadamente cem quilômetros. O fluxo nesta rota é considerado grande, principalmente porque o município da região Sul Fluminense é um centro universitário, que atrai estudantes, inclusive, de Juiz de Fora.

Por meio de nota, a ANTT informou que a autorização da Frotanobre para operar o trecho até Valença e outra, para cumprir a rota de Juiz de Fora a Rio das Flores (RJ), terminou em 30 de novembro do ano passado, impedindo a continuidade do serviço a partir de 1º de dezembro. Um novo processo seletivo público será aberto para credenciar uma nova empresa e, enquanto isso, a Consórcio Guanabara de Transporte está autorizada, em caráter emergencial, a atuar nestas rotas por um “prazo improrrogável de até 180 dias”. O início da prestação do serviço, porém, ainda depende de encaminhamento de documentação operacional exigida.

Apesar das reclamações sobre passageiros transportados em pé, a ANTT não confirmou se existe alguma relação entre os problemas e a suspensão da linha.

Apesar das reclamações sobre passageiros transportados em pé, a ANTT não confirmou se existe alguma relação entre os problemas e a suspensão da linha.

Enquanto isso, a alternativa para os passageiros é sair de Valença em direção a Três Rios (RJ) ou Paraíba do Sul (RJ), onde outra empresa mantém horários regulares até Juiz de Fora.

 

Reclamações

Antes mesmo da interrupção da linha nesta quinta, passageiros já se mostravam insatisfeitos com o serviço da Frotanobre. Um deles, 25 anos, que há dois anos estuda em uma faculdade de Valença, relatou que os problemas com a empresa ocorrem há vários meses. “É muito comum o ônibus deste trecho estragar no meio do caminho. Já fiquei parado na estrada várias vezes por causa disso.”

Outro morador de Juiz de Fora, de 21 anos, que também estuda em Valença, enviou fotos, tiradas na semana passada, que mostram o ônibus lotado. “É uma situação frequente, e eu mesmo já tive que ir a Juiz de Fora a pé. Estava tão cheio que a mala não cabia no bagageiro.” Apesar das reclamações, a ANTT não confirmou, na tarde desta quinta, se existe alguma relação entre os problemas e a suspensão da linha.

 

Publicidade


12 comentários

  1. MANFRINi daret disse:

    Essa empresa não respeita seus passageiros.Lembrando que quem mantém a empresa somos nós passageiros.Fica a dica a próxima que entrar vamos fazer valer nossos direitos.Nao vamos deixar nossos direitos passarem despercebido

  2. ROBERTO DE FREITAS disse:

    Se reclamação de passageiro fizesse empresa perder suas linhas, a linha Juiz de Fora x Rio já estaria sendo feita por outras empresas, pois a empresa que mais tem reclamação é a Util.

  3. ana mendes disse:

    e quem mora em afonso arinos? como fica?

  4. Gabriel disse:

    A questão não é de quem vai fazer/estudar oque em Valença ou Juiz de Fora, caro primeiro comentarista. O “lance” todo, é que a frota não era nobre e já estava demorando muito para que isso fosse acontecer. Que venha outra frota :-)

  5. Silvano disse:

    Só näo entendi uma coisa. O cara sai de Juiz de Fora que tem uma universidade federal,várias particulares.Tres cursos de medicina para estudar em Valença cujos cursos não são bem avaliados pelo MEC.So se for para estudar veterinária .Quanto ao ônibus podemos falar que a estrada é pior que o ônibus

  6. Samir Mansur disse:

    Engraçado, os mesmos problemas relatados na reportagem acontecem com os ônibus da empresa Útil e a ANTT não toma nenhuma ação.

  7. Rodrigo disse:

    Estava demorando para isso acontecer. Podem jogar a pá de cal na Frotanobre.

  8. João Batista de Freitas disse:

    Finalmente tomaram uma decisão. Aproveito para acrescentar outra reclamação. O trecho JF-Valença não é muito longo, mas com tantas paradas pelo caminho o tempo torna-se muito longo, chegando às vezes a durar quase 3 horas. Os ônibus não tem sanitários, e já vi várias vezes idosos perguntarem pelos sanitários e serem ridicularizados pelos motoristas e cobradores

  9. Angelo Fonseca disse:

    Quando a ANTT vai interditar a empresa que faz o transporte de passageiros de JF para o Rio.
    Bater em bêbado é facil.

  10. Tereza Cristina Capistrano de Alencar disse:

    Já era tempo a suspensão dessa linha da Frotanobre. Há anos vim de Valença para Juiz de Fora e fiquei horrorizada com a quantidade de pessoas que viajaram em pé. Até no braço da minha poltrona veio gente sentada!!!! Fiz reclamação e nada foi feito.

  11. Carlos Roberto F. Portes disse:

    Os Õnibus também desta Cidade que Vão para os Bairros da Cidade,também tem que serem Trocados e Muitos estão Velhos e também Não enxergar nem o Nome dos Bairros,porque esta apagados a onde esta escrito o Nome do Bairro entres outras Coisas a Mas que estar Velho dentro e Fora do Õnibus e precisar de Frotas Novas na Cidade,porque muitos Deles estão Velhos e passando da a Hora de Trocar-se os Õnibus daqui da Cidade.

  12. Ricardo disse:

    Muito bom. A Frota Nobre já perdeu outras linhas por não respeitar os usuários.
    A pergunta que não quer calar : Alguém da ANTT já pensou em interditar também a ÚTIL E A BRISA?

*

Restam 500 digitos

 

Top