5 dicas para quem quer cursar Marketing

Você tem interesse em cursar Marketing? Conheça as sugestões que podem ser fundamentais para sua escolha por essa graduação.

Por Caderno Educação

08/08/2017 às 17:55hs - Atualizada 08/08/2017 às 17:55hs

Atualmente, o profissional da área de Marketing é um dos mais procurados pelo mercado de trabalho no Brasil.

É ele o responsável pelos trabalhos de estímulo das vendas de produtos e serviços, com a finalidade de satisfazer os clientes com os bens adquiridos.




Para se ter uma ideia, um analista de trade marketing – que cuida da divulgação da marca de produtos em pontos de vendas, exposições, dentre outros eventos – por exemplo, cresceu mais de 30% a partir de 2015.

Além disso, há o constante avanço tecnológico, que abriu mais espaço para empregos, principalmente, em ambientes digitais, o que ajudou no aumento da profissão no país.

Com o crescimento desse espaço virtual, o poder de produzir, que antes concentrava-se apenas nas mãos das empresas, está mais democrático.

Hoje em dia, qualquer indivíduo pode desenvolver conteúdos. Inclusive relacionados ao marketing.

No entanto, é preciso aprimorar os conhecimentos para que os negócios tenham êxito.

 

Qualquer pessoa pode produzir conteúdos no ambiente digital. Para quem quer cursar Marketing, saiba que essa iniciativa foi fundamental para o crescimento da profissão no país,

 

Esse cenário faz com que os jovens pré-universitários busquem, cada vez, pelo curso superior nessa área.

Ao pensar nesse contexto, o Caderno do Enem resolveu listar 5 dicas para quem quer cursar Marketing.
Se você é uma dessas pessoas, a expectativa é de que goste das sugestões e que elas sejam fundamentais para sua escolha pelo curso.

 

Dica 1 – Aprenda a lidar com a interdisciplinaridade

 

 

Marketing, em uma tradução literal, significa mercado. Ou seja, um ambiente que engloba diversas áreas e muitos segmentos profissionais.

Por esse motivo, existe uma sinergia de conhecimentos dentro dessa disciplina.

Você precisa entender um pouco sobre psicologia, propaganda, gestão de negócios, empreendedorismo, dentre outros assuntos.

Portanto, aprenda a lidar com as disciplinas específicas de outras profissões. Elas também serão essenciais no exercício de suas atividades no Marketing.

 

Dica 2 – Analise as atividades do ramo que mais combinam com você

 

 

Dentro do marketing, há um enorme campo de trabalho.

Por isso, antes mesmo de começar a graduação, vale a pena explorar suas possibilidades e já verificar quais das atividades desse ramo combinam mais com você.

Leia sobre o curso, o que ele oferece e quais são as disciplinas dadas durante a graduação.

Dessa forma, quando iniciar a faculdade, você já terá um objetivo em mente.

Essa estratégia é fundamental para facilitar o direcionamento dos seus esforços e, por consequência, conseguir melhores resultados.

 

O conteúdo continua após o anúncio

Dica 3 – Fique de olho nas transformações do mercado

 

 

Como é uma disciplina diretamente ligada ao mercado e ele está em constante transformação, vale a pena ficar antenado. Isso porque, de uma hora para outra, tudo pode mudar.

É difícil saber quais serão os próximos modelos de negócio ou produtos que causarão um “reboliço” no ambiente mercadológico.

Por isso, ficar atento – principalmente, quanto às tendências de mercado – é essencial para conhecer e entender o comportamento desse ambiente do marketing.

 

Dica 4 – Busque fontes diversas de conteúdo

 

 

 

Estabeleça, ainda, o contato com a área de marketing.

Você pode verificar quais são as discussões atuais e quem são as personalidades do momento.

Aproveite as redes sociais, blogs, podcasts e eventos para buscar essas informações.

Conversar ou interagir com pessoas da área de marketing também pode ajudar você a conhecer o que te aguarda no mercado atual.

 

Dica 5 – Não fuja da matemática!

 

No marketing, estudar estatística, trabalhar com análise de planilhas e dados são atividades que fazem parte do cotidiano de um profissional dessa área.

As funções ligadas à matemática dão um direcionamento de como e onde investir determinados produtos, de que maneira serão as campanhas de divulgação das marcas e quais os custos para que as ações sejam realizadas.

Quer um exemplo?

Para utilizar as redes sociais, com o intuito de divulgar ou vender um produto, é necessário, antes de mais nada, analisar os números de usuários e qual será o alcance que essa campanha poderá atingir.

Através dessas informações, o profissional do marketing consegue calcular uma média de quanto a iniciativa vai render para os seus negócios.

Veja outra ilustração: só no primeiro trimestre de 2017, o Facebook teve 1,94 bilhões de usuários no mundo e o lucro dessa rede social chegou a 3,06 bilhões de euros – o que em reais dá, mais ou menos, onze bilhões.

Foi preciso analisar os dados, fazer esse cálculo de valores em dinheiro para o profissional perceber que vale a pena pensar em usar a ferramenta, a fim de adquirir resultados positivos nas vendas. Não é?

Viu como não dá para escapar da matemática? Então, junte-se a ela e seja feliz.

 

Leia também: Curso a distância é uma boa ideia?

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia