Publicidade

17 de Julho de 2014 - 06:00

Por AUGUSTO PALADINO

Compartilhar
 

POUCO A MAIS

Às vésperas de iniciar a produção do subcompato QQ no Brasil, a Chery lança no mercado nacional um novo motor para o modelo. Trata-se do Acteco 1.0 de três cilindros. Com ganho de apenas 1cv de potência, o novo propulsor agora passa a ter 69cv e os mesmos 9,3 kgfm de torque do conhecido 1.1. Com ar-condicionado, travas e vidros elétricos, rádio com MP3 e USB, direção hidráulica e faróis de neblina, o preço do QQ 1.0 começa em R$ 23.990,00. Isso porque a marca chinesa traz uma versão mais equipada, chamada de QQ Act. Com ela, o QQ conta com sensor de ré, rodas de liga leve de 13 polegadas, rack no teto e rádio com CD Player, por R$ 25.990. O modelo com motor 1.1, de 68cv e 9,3kgfm de torque, segue em venda a R$ 22.900.


EM BAIXA

Devido à Copa do Mundo no Brasil, o mercado de carros importados desacelerou neste primeiro semestre do ano. A análise é da Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotivos, a Abeifa, que classifica o período como "um semestre atípico", com baixa de 13,4% se comparado ao mesmo período de 2013. De acordo com o balanço divulgado pela associação, foram emplacados 6.307 unidades de automóveis e comerciais leves em junho, com redução de 12,6%, em relação a maio. Em comparação ao mesmo período do ano anterior, a queda foi ainda maior, chegando a 33,4%.


NO FORNO

A Audi já prepara a nova geração do crossover Q5 para 2016. O carro será fabricado na planta de San José Chiapa, nova unidade de produção da marca no México. A escolha se justifica pela mão de obra mais barata e a relativa proximidade com os Estados Unidos, um dos principais alvos da marca. O novo modelo será feito sobre a plataforma MLB-evo, feita de alumínio e aço de alta resistência, e deve contar com motor V6 a diesel, sobrealimentado por até três turbinas. Há ainda planos para uma versão híbrida, com motor a combustão de 2.0 litros e capaz de entregar cerca de 250 cv, que trabalharia com outro elétrico de 110cv.


DIREÇÃO INDEPENDENTE

Será apresentado no Salão de Hanover 2014 - motorshow alemão dedicado aos caminhões e veículos comerciais -, em setembro, o protótipo do Mercedes-Benz Future Truck 2025. O projeto, desenvolvido pela Shaping Future Transportation da Daimler Trucks, consiste em um caminhão Actros 1845 equipado com o sistema baseado no conceito de condução autônoma. Isso é possível a partir da conectividade das funções do veículo com estradas em condições adequadas para esta tecnologia, por sensores e câmaras inteligentes. Segundo a Daimler, a conectividade é a base desse avanço e, dentro de dez anos, essa será uma realidade comum nas rodovias europeias.


MAIS RAIVA

A Ottinger, preparadora de carros especializada em modelos da Volkswagen, chega ao Brasil oferecendo três kits para o novo Golf GTI. A primeira mudança é a troca do motor 2.0 litros de 220cv e 35,7kgfm de torque, que equipa o atual modelo, por um propulsor 2.0 turbo com 290cv e 44,8kgfm. O modelo "envenenado" é capaz de fazer o zero a 100km/h em impressionantes 5,9 segundos, contra os 6,5 segundos oficiais. Há a opção de comprar o veículo totalmente modificado, por preços que variam de acordo com cada versão, entre R$ 139 mil e R$ 179 mil, com diversos kits instalados.


RENOVADO

No Brasil, o Chevrolet Corsa já saiu de linha. Enquanto isso, os europeus ganham em breve a quinta geração do modelo. Comercializado pela marca Opel, subsidiária alemã do grupo norte-americano General Motors, sua estreia oficial está confirmada para o Salão do Automóvel de Paris, que acontece entre 4 e 19 de outubro. O hatch recebeu novo motor 1.0 de três cilindros turbo com calibrações que rendem 90cv e 115cv. Além disso, o carro conta ainda com versões com propulsores 1.2, 1.3 e 1.4 litro.


INVESTIDA CHINESA

A chinesa BYD Company Limited, especializada em baterias, veículos híbridos e elétricos e novas energias, investirá R$ 200 milhões na sua primeira unidade produtiva na América Latina. O complexo ficará em Campinas, no interior de São Paulo, e abrigará ainda um centro de pesquisa e desenvolvimento de produtos. A unidade contará com 450 postos de trabalho e fará a montagem de ônibus elétricos, de baterias de fosfato de ferro e de painéis solares.


PARCERIA EM VISTA

O grupo Daimler está de olho na MV Agusta. A fabricante italiana de motocicletas vai ofertar 30% de suas ações na Bolsa de Valores em 2016 e a gigante alemã está disposta a concretizar esse negócio. Mas tudo indica que haverá uma concorrência por essas ações. Isso porque a Ferrari também mostrou interesse em adquirir parte da marca de motos.


MENOS É MAIS

A Toyota deve promover uma verdadeira revolução em seus motores nos próximos anos. Na busca pela economia de combustível e redução de custos, a marca japonesa planeja investir no downsizing de seus propulsores. A ideia é maximizar o uso de partes em comum, incluindo blocos, eixos de comando, comando de válvulas, ciclos de combustão, entre outros, para reduzir os custos na casa dos 50%. Dessa forma, a economia gerada poderá ser empregada para o uso de turbocompressores, sistemas de injeção direta de combustível, novas gerações de sistema start/stop e recirculação de gases, entre outros. Com isso, a fabricante quer aumentar a eficiência dos propulsores em até 30%.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da adoção de medidas, como tarifas diferenciadas e descontos, para estimular a redução do consumo de água?