Publicidade

18 de Junho de 2014 - 20:08

Maior fluxo é esperado na BR-040; já nas vias estaduais, polícia pede prudência em trechos perigosos das MG-353 e MG-133

Por Eduardo Valente

Compartilhar
 

As estradas da região deverão receber aumento no volume de veículos a partir desta quinta-feira (19) em razão do feriado de Corpus Christi. A situação deverá ser observada em rodovias como a BR-040 (nos sentidos Belo Horizonte e Rio de Janeiro) e BR-267, além das MG-353 e MG-133. A Concer, que opera a malha federal em direção à capital fluminense, estima 350 mil automóveis no trecho até o domingo. Para evitar retenções nos pedágios, serão disponibilizadas equipes papa-filas. Mesmo assim, a concessionária indica que os condutores evitem horários considerados de pico, como esta quinta, entre 7h e 11h, em direção ao Rio, e no domingo, das 14h às 18h, a partir da capital fluminense.

Na malha estadual, a 4ª Companhia Independente de Meio Ambiente e Trânsito Rodoviário (4ª Cia.Ind.Mat.), responsável pelas estradas que cortam Juiz de Fora e outros 86 municípios do entorno, prevê crescimento do fluxo a partir desta quinta. A operação especial será iniciada nesta quinta, às 8h, e só termina na segunda-feira, às 6h. Conforme o tenente Jader Augusto, comandante do Pelotão de Trânsito Rodoviário, neste período, serão intensificadas as abordagens aos condutores, com a utilização de radares móveis em pontos estratégicos, além dos etilômetros, em caso de suspeita de embriaguez. "Também estaremos em pontos estratégicos, onde historicamente ocorrem muitos acidentes."

De acordo com o oficial, os motoristas devem redobrar a atenção na MG-353, principalmente entre Juiz de Fora e Coronel Pacheco, devido ao traçado estreito e sinuoso, e também na MG-133, entre Coronel Pacheco e Rio Pomba, onde há o maior fluxo. "Nesta área, a maioria dos acidentes está ligada à imprudência do condutor, como ultrapassagem em trechos proibidos, que acarretam em batidas, além do excesso de velocidade."

Ainda segundo o tenente, se possível, os motoristas devem evitar viajar no início da manhã, porque, nesta época do ano, as estradas da região são cobertas por cerrações. "Se o condutor for surpreendido nesta situação, é recomendado aumentar a distância entre os carros, trafegar com os faróis acesos e nunca acionar o pisca-alerta. Isso porque ele indica situação de emergência e pode confundir outros motoristas."

A Tribuna tentou contato durante todo o dia com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para saber da operação programada para o trecho entre Juiz de Fora e Conselheiro Lafaiete (de responsabilidade da delegacia local), mas não obteve retorno. No entanto, foi informada que nesta quinta, entre 6h e meio-dia, e domingo, das 16h até meia-noite, haverá restrições de tráfego para bitrens, rodotrens, treminhões, cegonheiras carregadas e de veículos com carga excedente em todas as estradas federais de pista simples.

Historicamente a corporação orienta cautela na BR-040 nos trechos de Ewbank da Câmara e Santos Dumont, que é região de serra, e também próximo a Conselheiro Lafaiete, devido ao tráfego intenso de veículos pesados. Na BR-267, pede-se prudência entre Juiz de Fora e Leopoldina, por se tratar de uma estrada estreita e com muitas curvas perigosas.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?