Publicidade

27 de Junho de 2014 - 15:07

Rua liberada, mas ainda faltam serviços de sinalização, meio-fio e retirada de poste no meio da via

Por Tribuna

Compartilhar
 
Serviços de acabamento devem começar na próxima semana
Serviços de acabamento devem começar na próxima semana

Já está liberado o tráfego na nova via que liga os bairros Estrela Sul, por meio da Avenida Luz Interior, e Santa Cecília, na Rua Oswaldo Garcia Pereira. Embora já pavimentada, ainda faltam serviços de acabamentos, como construção de meio-fio e calçada, além da pintura de sinalização horizontal, visto que a rua opera em mão dupla. De acordo com a assessoria de comunicação da Empav, responsável pela obra, a previsão é que estas atividades tenham início na próxima semana e sejam concluídas no mesmo mês, provavelmente em até 20 dias. A empresa pública esclareceu que a intervenção foi possível após a desapropriação de um terreno particular, readquirido pelo Município por meio de permuta com o proprietário. O valor da obra é de aproximadamente R$ 35 mil.

Além destas melhorias, ainda falta a remoção de um poste, instalado no meio da rua, e que oferece riscos de acidentes. Provisoriamente, parte da haste foi pintada de preto e coberta por fita amarela. Segundo a Cemig, o pedido para alterar o local da estrutura já foi recebido, mas ainda não há prazo para que isso aconteça. Conforme a companhia, a demanda está em análise para elaboração de projeto técnico.

Em abril deste ano, moradores do entorno abriram a passagem de forma improvisada e a Prefeitura foi ao local para obstruí-la com defensas metálicas. Segundo a comunidade, o novo caminho é importante para encurtar o trajeto a bairros como Cascatinha, São Mateus e São Pedro, onde estão serviços como um shopping e dois supermercados, além da UFJF. Na época, foi informado que o Executivo já negociava com o proprietário do terreno.

 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?