Publicidade

15 de Abril de 2014 - 10:42

Por Tribuna

Compartilhar
 

Um adolescente de 17 anos informou à Polícia Militar ter sido raptado e mantido em cárcere privado por quase 24 horas em Juiz de Fora. O caso foi comunicado à equipe de uma viatura que fazia patrulhamento pelo Bairro São Pedro, na Cidade Alta, no início da madrugada desta terça-feira (15). O jovem contou aos policiais que, por volta das 2h de segunda, transitava pela Avenida dos Andradas, no Morro da Glória, região central, quando foi abordado perto de um bar por três ocupantes de um carro preto. O trio puxou o rapaz para o interior do veículo e o agrediu com tapas, socos no rosto e puxões de cabelo.

Em seguida, os criminosos colocaram uma venda nos olhos do adolescente e o levaram até uma casa em área de mata, cuja localização não foi identificada pela vítima. O jovem disse ainda aos militares que foi deixado em um quarto e recebeu ameaças de morte. Os bandidos também teriam dito que iriam estuprar, matar e enterrar a vítima. Aproveitando um momento de distração dos criminosos, o rapaz conseguiu ligar para sua mãe, mas apenas teria dito que estava em um local desconhecido.

Por volta de meia-noite de terça, o adolescente foi 'jogado' nas imediações de um supermercado na Rua Benjamin Constant, Centro, e embarcou no táxi para seguir até sua casa na Cidade Alta. Conforme a PM, ele estava trêmulo e com muita fome, mas não apresentava lesões. A vítima disse aos policiais desconfiar de um suspeito com quem teria um dívida. Ninguém foi preso, e o caso seguiu para investigação na Polícia Civil.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?