Publicidade

17 de Julho de 2014 - 08:21

Por Tribuna

Compartilhar
 

O trecho da Avenida Itamar Franco onde ocorreu o acidente é palco constante de ocorrências de trânsito, segundo moradores e frequentadores da região. Repercutindo o acidente, internautas e leitores questionaram a segurança da via. "Ali está precisando de uma sinalização urgente! Há cerca de um mês, um taxista bateu na traseira do meu carro, mas, por sorte, ele estava devagar. Não é possível que a Settra não veja isso", indagou uma leitora, na rede social. Por meio de assessoria, a Settra informou que a via é sinalizada corretamente, de acordo com as necessidades e com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

 

Foi informado, ainda, que a área é alvo de monitoramento constante e continuará sendo, para verificação da necessidade de implantação de outros equipamentos, como o radar que existe na própria avenida, na altura da Acispes. A secretaria informou que o radar foi adotado no ponto justamente porque, dentre todos os locais da via, aquele é o mais perigoso. Foi explicado ainda que o aparelho tem cumprido seu papel na redução de velocidade.

 

Vistoria

 

O supervisor de policiamento do 27º Batalhão da PM, capitão Jean Michel Amaral, explicou que a polícia vai avaliar se o caminhão com placa de Itaúna trafegava em condições legais. "Vamos verificar o peso máximo desse caminhão e se ele tinha autorização para transitar nessa via e nesse horário para tomarmos as providências cabíveis, porque foi um acidente muito grave, com muitos feridos."

 

Sobre a vistoria desse tipo de veículo, a Settra informou que tem atribuição de inspecionar transportes coletivo urbano, escolar e táxi, que passam por vistorias frequentes, conforme legislação. Uma situação que se enquadra nas atribuições municipais é quando o veículo é flagrado com más condições ou falta dos equipamentos obrigatórios. Neste caso, a infração é grave, com multa no valor de R$127,69 e cinco pontos na carteira. Esse tipo de vistoria acontece com frequência, segundo a secretaria, sendo que ontem foi realizada uma operação em parceria com a PM e Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG).

 

Trânsito

 

Durante a tarde de ontem, o trânsito no local do acidente ficou interditado no trecho entre o cruzamento com a Avenida Doutor Paulo Japiassu Coelho, no Cascatinha, e a Rua Vicente Beghelli, no Dom Bosco, por onde o tráfego da Cidade Alta foi desviado. Onze agentes da Settra controlaram o trânsito. Houve um grande derramamento de óleo na pista, sendo necessário jogar serragem no local. O tráfego foi liberado durante a noite.

 

Devido à queda dos postes, houve interrupção de energia no entorno durante parte da tarde. Dez equipes da Cemig estiveram no local para fazer o reparo na iluminação e a concessionária substituiu dois, dos três postes que foram atingidos. O Independência Shopping, por meio de assessoria, informou que não foi afetado pelo corte de energia e que não houve qualquer abalo na estrutura do local. Já na região, 70 clientes ficaram sem energia, além do Monte Sinai. O restabelecimento aconteceu no final da tarde.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?