Publicidade

10 de Janeiro de 2014 - 16:46

Por Tribuna

Compartilhar
 

Atualizada às 19h37

O trecho da BR-040 em Juiz de Fora ganhará sinalização de trânsito indicando a presença de ciclistas. Segundo a Concer, concessionária que administra o segmento da rodovia até o Rio de Janeiro, ao longo dos dois sentidos da via, serão colocadas seis placas de advertência, necessárias para orientar os motoristas sobre o possível trânsito de bicicletas. O pedido foi feito pelo vereador Chico Evangelista (PROS), em representação enviada à empresa em setembro do ano passado. Somente em 2013, foram 13 acidentes em estradas federais que cruzam o município.

Conforme informações da assessoria da Concer, tal sinalização já existe em outros trechos da BR-040 no estado. As placas serão instaladas entre os quilômetros 773, na altura da Barreira do Triunfo, na Zona Norte, e o 790, próximo ao Expominas. Apesar de não ter sido divulgada data definida, a empresa confirmou que o processo será realizado em breve. Segundo Chico Evangelista, acidentes ocorridos na BR-040 chamaram a atenção sobre o perigo da via. "Encaminhei documentos para o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), pedindo a instalação de placas em outras rodovias também, mas não tivemos resposta. Como não temos ciclovias, a BR é um bom espaço de utilização para quem realiza a prática de ciclismo."

A notícia foi bem recebida pelo diretor da ONG Mobilicidade JF, Guilherme Mendes. "É muito grande o número de ciclistas que utiliza as rodovias federais. Já havíamos feito o pedido para a Concer, mas não tivemos resposta. É esse tipo de incentivo, não excludente, que precisamos para a prática do ciclismo." Segundo o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Flávio Loures, a BR-040 possui uma grande incidência de ciclistas. "Geralmente são profissionais, estão bem equipados e praticando esportes." 

 

Perigo

Conforme dados da PRF, nas BR-040 e BR-267, foram registrados 17 acidentes envolvendo ciclistas em 2012, resultando em dois mortos, dez feridos leves e cinco feridos com lesões graves. Já em 2013, o índice reduziu para 13, com cinco feridos leves e cinco graves, e nenhuma morte. Em novembro, um ciclista de 29 anos ficou gravemente ferido após se envolver em um acidente na BR-040, na altura do trevo para Lima Duarte. Na mesma via, em outubro de 2011, Juiz de Fora perdeu a médica e triatleta Beatriz Hollanda, que treinava ciclismo quando foi atropelada por uma carreta.

"Os veículos pesados são responsáveis pela segurança dos mais leves. Portanto, é necessária atenção redobrada dos motoristas, principalmente ao avistarem a presença de um ciclista", explica Loures. Ele acrescenta que os condutores da bicicleta devem transitar sempre no sentido de circulação da via, utilizando o acostamento ou o lado mais lateral da rodovia. "Temos um bom trecho de pista com acostamento na BR-040, e por isso recomendamos que os praticantes deem prioridade a estes locais. É necessário que estejam equipados com as vestimentas adequadas e utensílios de segurança sempre", orienta. Para as bicicletas, é necessário ter sinalização noturna dianteira, traseira, lateral e nos pedais, além de campainha e espelho retrovisor do lado esquerdo. O ciclista também deve usar roupa, óculos, capacete, calçados e luvas adequadas.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), é proibido que ciclistas transitem em vias de trânsito rápido ou rodovias, salvo onde haja acostamento ou faixas de rolamento próprias.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?