Publicidade

18 de Março de 2014 - 13:48

Por Tribuna

Compartilhar
 
Quarenta e três estudantes aderiram ao gesto
Quarenta e três estudantes aderiram ao gesto

Os calouros da UFJF tiveram oportunidade de ingressar no ensino superior realizando um gesto diferente. Durante a manhã desta terça-feira (18), no anfiteatro das pró-reitorias, os estudantes puderam se cadastrar como doadores de medula óssea, e 43 deles aderiram à ideia. A ação foi acompanhada por um residente de Hematologia do Hospital Universitário (HU) e, antes do cadastramento, funcionários do Hemomimas realizaram pequena palestra sobre a importância do gesto.

Uma pequena amostra de sangue dos interessados foi recolhida e será destinada à realização do exame HLA. O teste traça as características genéticas do candidato e verifica a compatibilidade com o receptor voluntário. Quando surgir um candidato compatível com algum dos pacientes que aguardam transplante, são realizados novos procedimentos para garantir a doação.

O número de doadores voluntários no Brasil tem aumentado nos últimos anos. Em 2000, existiam apenas 12 mil inscritos. Em maio de 2013, já havia 3.112 milhões. O país tornou-se o terceiro maior banco de dados do gênero no mundo, ficando atrás apenas dos registros dos Estados Unidos (quase 7 milhões) e da Alemanha (quase 5 milhões).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?