Publicidade

14 de Abril de 2014 - 20:19

Por Tribuna

Compartilhar
 

Continuam em andamento as diligências da Delegacia Especializada em Homicídios no caso do assassinato de Wildson Afonso, 29 anos, encontrado morto, no último dia 9. Ele estava enforcado com fio elétrico e cinto de segurança dentro de um Ford Focus, no Recanto dos Brugger, na Cidade Alta. De acordo com o titular da Especializada, Armando Avólio, o crime é de difícil apuração. "Vamos concentrar nossos esforços para clarear as circunstâncias dessa morte", afirmou. O corpo da vítima foi encontrado pela Polícia Militar. Ele estava no banco do motorista, com o rosto reclinado e o cinto enrolado no pescoço. O veículo precisou ser arrombado. O Samu esteve no local e confirmou o óbito, informando que a morte teria ocorrido cerca de oito horas antes.

No corpo da vítima também foram encontradas escoriações semelhantes às de luta, sugerindo que ela teria tentado se defender antes de ser morta. Ainda conforme o boletim de ocorrência, próximo ao veículo, no canto da via, foi localizada uma lata de cerveja, que teria sido utilizada para consumo de drogas. Também havia um rastro de palitos de fósforo que seguia até próximo ao carro. Apesar de o Ford Focus estar trancado, a chave do mesmo permaneceu na ignição. A polícia encontrou a carteira de Wildson, com documentos, mas nenhum objeto de valor, como celular, foi localizado.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a Justiça agiu corretamente ao permitir, por habeas-corpus, a soltura dos ativistas presos durante a Copa?