Publicidade

05 de Dezembro de 2013 - 16:46

Por Eduardo Valente

Compartilhar
 
Uma das plantas foi derrubada na altura do Bairro Bonfim, na Rua Américo Lobo
Uma das plantas foi derrubada na altura do Bairro Bonfim, na Rua Américo Lobo
Outra árvore, na mesma via, na altura do Manoel Honório, teve um dos galhos quebrados
Outra árvore, na mesma via, na altura do Manoel Honório, teve um dos galhos quebrados

Atualizada às 21h35 

 A tempestade registrada no início da tarde desta quinta-feira (5) resultou na derrubada de duas árvores em Juiz de Fora, na Rua Américo Lobo, altura dos bairros Bairu e Manoel Honório, na Zona Leste. As estruturas caíram no momento em que foram registradas fortes rajadas de vento no município que, em alguns locais, chegou a 62 km/h de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O volume de chuvas, apesar de pequeno (3,2 milímetros), foi suficiente para alterar o aspecto da cidade. Se a manhã foi marcada pelo céu claro, com temperaturas elevadas, a tarde ficou caracterizada pelo céu nublado, com nuvens escuras sobre diversas regiões. Antes da chuva, os termômetros registraram um dos índices mais elevados deste ano, com 31,3 graus. A mínima foi de 20,4 graus. Segundo o 5º Distrito do Inmet, outras precipitações podem ocorrer hoje, e também amanhã, em função da aproximação de uma nova frente fria na região Sudeste do país. A temperatura deve registrar ligeira queda, embora hoje a máxima ainda possa chegar aos 31 graus.

  Das árvores que não suportaram as rajadas de ventos, uma caiu por inteiro. Em frente ao número 1.824, altura do Bairu, a calçada ficou completamente ocupada pela vegetação, que se desprendeu do solo. Moradora da rua, a aposentada Maria Lúcia Nascimento, 78 anos, contou que tudo ocorreu muito rápido. Ela disse que ouviu apenas o forte estrondo e, ao chegar à janela, a estrutura já estava no chão. Ninguém se feriu. Na mesma via, em frente ao número 1.480, altura do Manoel Honório, um dos galhos da árvore também se desprendeu do tronco. O problema ocorreu próximo à esquina com a Rua João do Rio. Nos dois casos, as árvores eram de médio porte. A Defesa Civil isolou as calçadas até que a Empav recolhesse o material. De acordo com a Secretaria de Obras, este trabalho seria feito até o fim do dia.

 

Casa interditada

Já na tarde de quarta-feira, uma piscina havia se rompido fazendo com que a água atingisse e derrubasse o muro de uma residência na Rua Marciano Pinto, Bairro Sagrado Coração de Jesus, na Zona Sul. O muro caiu e danificou uma casa localizada em baixo, que precisou ser interditada. A moradora e o filho tiveram que deixar o imóvel.

Conforme o último balanço divulgado pela Defesa Civil, no fim da tarde desta quinta, 38 pessoas estão desalojadas na cidade devido às últimas chuvas. Nesta quinta, apenas duas ocorrências foram registradas, justamente aquelas relacionadas às quedas das árvores.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?