Publicidade

03 de Fevereiro de 2014 - 19:13

Revezamento começa nesta terça com suspensão no fornecimento de água em bairros das zonas Leste e Sudeste

Por Tribuna

Compartilhar
 
Diretor da Cesama, André Borges diz que consumo está 20% acima do normal
Diretor da Cesama, André Borges diz que consumo está 20% acima do normal

Atualizada às 21h15

A partir desta terça-feira (4), Juiz de Fora adota o rodízio no abastecimento de água. O calor intenso das últimas semanas - janeiro foi o mais quente e o mais seco dos últimos 30 anos, com média das temperaturas máximas de 30,2 graus - e a previsão de dias ainda mais quentes e sem chuva levaram a Cesama a adotar, preventivamente, o revezamento no fornecimento (ver lista ao final da matéria). A princípio, Zona Norte e Cidade Alta ficam fora do rodízio. A interrupção no fornecimento será feita por regiões, das 8h às 16h, até sexta-feira, podendo ser prorrogada, caso não haja mudança na previsão meteorológica. O abastecimento de hospitais, unidades de saúde e escolas públicas será feito por caminhões-pipa. 

Segundo o diretor-presidente da Cesama, André Borges, o consumo está 20% acima do considerado normal. "Nosso consumo médio é de 164 litros por habitante/dia, mas, devido ao calor prolongado, a média está sendo de 200 litros por habitante/dia. A previsão de vários institutos de meteorologia é de que, por pelo menos mais dez dias, o quadro se mantenha o mesmo. Estamos no limite, e a situação pode vir a ficar crítica. Por isso, estamos nos antecipando ao problema e adotando o rodízio."

Borges explicou que a medida visa a evitar que as mesmas regiões sofram diariamente com a falta de água. "A Represa de João Penido está abaixo do que estava na mesma época do ano passado. Áreas mais altas da cidade e em pontas de rede, como o alto do Sagrado Coração, parte do Jóquei e Democrata, por exemplo, são constantemente prejudicadas. Neste verão, já fizemos várias campanhas para economia de água, mas não surtiram o efeito desejado. A medida vai levar a população a se conscientizar da necessidade de economia. O consumo excessivo em uma casa prejudica o vizinho que mora mais acima. Não é hora de lavar calçada e carro com mangueira. É preciso que toda população economize água."

Moradores que têm reservatórios não devem sentir o efeito do revezamento, entretanto, quem não possui caixa deve sofrer com a falta de água imediatamente. Borges ressaltou que o fornecimento será normalizado após as 16h. Sábados e domingos, o abastecimento será normal. 

O diretor-presidente da Cesama destacou que a expectativa é que entre março e junho, com a conclusão de obras estruturais, a situação melhore na cidade. "A previsão é de conclusão da nova adutora de Chapéu d'Uvas em maio, e para receber essa demanda, a Estação de Tratamento de Água Walfrido Machado Mendonça (ETA CDI) está sendo ampliada e criada uma estação de bombeamento (booster), que já está em fase de testes. Na Cidade Alta, a adutora de São Pedro deve estar pronta até junho. Essa estrutura foi dimensionada para o crescimento da cidade. Se já estivesse concluída, hoje estaríamos folgados, já que mananciais nós temos", concluiu Borges. 

 

Interrupção das 8h às 16h

Terça-feira, dia 4 - Aracy, Bairro de Lourdes, Bonfim, Bosque dos Pinheiros, Boto, Costa Carvalho, Grajaú, Granjas Bethel, Jardim da Lua, Jardim das Flores, Jardim do Sol, Jardim Esperança, JK, Linhares, Marumbi, Nossa Senhora Aparecida, Parque das Palmeiras, Parque Serra Verde, Pedras Preciosas, Retiro, Santa Cândida, Santa Rita, Santo Antônio, Santos Anjos, São Benedito, São Bernardo, São Sebastião, Terras Altas, Tiguera, Três Moinhos, Vila Alpina e Vila Fortaleza.

Quarta-feira, dia 5 - Alto dos Passos, Bela Aurora, Boa Vista, Bom Pastor, Cruzeiro do Sul, Furtado de Menezes, Graminha, Granjas Primavera, Granjas Santo Antônio, Guaruá, Mundo Novo, Olavo Costa, Santa Cecília, Santa Luzia, Solidariedade, Vila Ideal, Vila Ozanan.

Quinta-feira, dia 6 - Aeroporto, Bela Aurora, Cascatinha, Cidade Nova, Dom Bosco, Granjas do Bosque, Novo Horizonte, Ipiranga, Jardim América, Jardim da Serra, Jardim de Alá, Jardim Gaúcho, Nova Califórnia, Parque Jardim da Serra, Previdenciários, Renascença, Sagrado Coração de Jesus, Santa Efigênia, São Geraldo, São Mateus e Teixeiras.

Sexta-feira, dia 7 - Bairu, Bandeirantes, Bom Clima, Centenário, Centro (parte), Eldorado, Jardim Glória, Marumbi, Nossa Senhora das Graças, Paineiras, Parque Guarani, Progresso, Quintas da Avenida, Santa Catarina, Santa Helena, Santa Paula, São Mateus, Vale do Ipê e Vivendas da Serra.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?