Publicidade

26 de Dezembro de 2013 - 23:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

As chuvas provenientes da última quarta-feira também causaram transtornos em cidades da região. Quedas de barreiras, escorregamento de talude, alagamentos e quedas de árvores foram responsáveis pelo bloqueio de várias pistas em municípios vizinhos. Em Matias Barbosa, o temporal no dia de Natal provocou alagamentos. De acordo com o secretário de Obras e coordenador da Defesa Civil da cidade, Luiz Fernando Sirimarco, o Rio Paraibuna transbordou, assim como uma hidrelétrica da Cemig localizada na Fazenda Paciência, causando inundação no Bairro Nossa Senhora da Penha. Segundo Luiz Fernando, oito casas foram atingidas, mas não foi preciso desalojar as famílias, já que a água abaixou em cerca de quatro horas. "Matias fica depois de Juiz de Fora, e, por isso, todo o volume de água da cidade vem para cá".

Em Santos Dumont, o temporal contribuiu para que parte de um terreiro viesse abaixo na Travessa Padre Adalberto, no Centro. De acordo com a Defesa Civil do município, a casa que ficava localizada próxima a um barranco já estava interditada devido às precipitações dos últimos dias. Assim, os moradores haviam sido retirados em ocasiões anteriores.

Já em Coronel Pacheco, estradas vicinais que ligam a cidade a povoados vizinhos foram interditadas devido a quedas de barreiras e escorregamento de talude. Segundo o secretário de Obras, Marcelino Antônio Venâncio, quedas de barreiras e de árvores deixaram interdita a Estrada do Ribeirão de São José, trecho que liga a Embrapa à Fazenda Liberdade. Funcionários da Prefeitura estiveram no local, e o trecho foi liberado na tarde desta quinta-feira (26). Outro segmento que precisou ser fechado foi próximo à Fazenda Santa Clara, no entroncamento entre a MG-133 e a MG-353, onde houve queda de barreira e alagamento, devido ao temporal. Na tarde desta quinta, o trecho já havia sido liberado.

Nas estradas

Na MG-353, entre Juiz de Fora e Rio Preto, houve pontos de deslizamentos de encosta. Na altura do km 97, sentido Juiz de Fora- Santa Bárbara do Monte Verde, logo após uma curva depois do entroncamento com a BR-040, parte do barranco e vegetação tomaram conta da pista. Já próximo ao km 130, depois do distrito de Monte Verde, havia muita lama no asfalto. Segundo o sargento Ademilson José de Paula, da 4ª Companhia Independente de Trânsito Rodoviário, é preciso cautela até a limpeza do trecho, já solicitada ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Também houve interdições parciais na MG-353 próximo a Coronel Pacheco, após quedas de árvores, e na MG-126, perto de São João Nepomuceno, após queda de barreira. Em ambos os pontos, o tráfego já foi liberado.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram registrados ainda deslizamentos de talude na BR-040, próximo ao km 752, sentido Santos Dumont, e no km 792, sentido Rio de Janeiro. O escorregamento de terra não chegou a atingir as pistas de rolamento, apenas o acostamento, não sendo necessário fazer intervenções nas vias.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?