Publicidade

28 de Janeiro de 2014 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

Trinta e uma advertências e 14 multas foram aplicadas durante a primeira etapa da operação "Alerta vermelho", realizada pelo Corpo de Bombeiros em estabelecimentos comerciais da região central na última sexta-feira. Ainda nesta semana, a corporação deve ir às ruas novamente para vistoriar as edificações do Centro. No entanto, segundo o subcomandante da 5ª Companhia de Prevenção do Corpo do Bombeiros, George Sant'Ana, a corporação espera finalizar um levantamento direcionado às casas noturnas, para então desencadear uma operação neste setor.

Completando um ano da tragédia da Boate Kiss, que vitimou 242 pessoas em Santa Maria (RS), bombeiros e órgãos fiscalizadores de todo o país se mobilizaram para verificar alvarás de funcionamento de diversos estabelecimentos onde há aglomeração de público, a fim de se evitar a repetição de acontecimentos como aquele. Em Juiz de Fora, segundo dados divulgados pelo 4º Batalhão de Bombeiros Militar, as equipes quase triplicaram o número de fiscalizações em 2013, passando de 44 vistorias, em 2012, para 124. Deste montante, 18 locais foram interditados e 107 notificados.

Em relação às casas noturnas vistoriadas em 2013, das 40 inclusas no número de vistorias, oito foram liberadas e receberam o auto de vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), e apenas uma permanece interditada. Em relação às quadras de escolas de samba, sete estão fechadas para a realização de ensaios e eventos. De acordo com Sant'Ana, a corporação pretende manter o ritmo de fiscalizações, priorizando os estabelecimentos de reunião de público, para constatar se as mudanças permanecem de acordo com o que foi aprovado e agilizar processos em tramitação.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o resultado do PIB nos dois últimos trimestres vai interferir no resultado das eleições?