Publicidade

11 de Dezembro de 2013 - 10:27

Abastecimento já foi restabelecido em algumas áreas. Cemig ainda não tem previsão de retomada de outros pontos atngidos

Por Tribuna

Compartilhar
 
A energia foi restabelecida no início da tarde no Furtado
A energia foi restabelecida no início da tarde no Furtado

Atualizada às 13h41

Falta de energia é um dos principais problemas na manhã desta quarta-feira (11) depois da chuva forte ocorrida em Juiz de Fora entre o fim da tarde e o início da noite. Na Rua Guaçuí, no Bairro São Mateus, Zona Sul da cidade, moradores reclamam que ficaram das 17h de terça-feira até o fim da manhã desta quarta sem luz. A situação se repete nos Bairros Vila Ozanan e Furtado de Menezes, ambos na região Sudeste, onde a energia foi retomada somente por volta das 13h45. "Todos os moradores estão indignados. É inadmissível uma coisa dessas. As coisas na geladeira já estão estragando. Os postes estão apagados, e há risco de assaltos", conta a jornalista Denise Cardoso, residente na Rua Guaçuí. Segundo ela, o trânsito, que é intenso na via por causa da proximidade com um shopping, também está caótica. Já outra moradora da mesma via, a assistente social Vera Silva, faz bolos para vender, e diz que a produção foi prejudicada por causa da situação. Segunda elas, várias pessoas que vivem na rua já ligaram para a Cemig, pedindo soluções. Entretanto, as informações são desencontradas, e até agora nada foi feito.

Já a cabeleireira Raquel Cristiane Presoti, moradora da Vila Ozanan, conta que uma árvore caiu na rede elétrica na Rua Martins Fonseca, no Furtado de Menezes, deixando toda a região sem luz desde às 17h horas dessa terça. "Eu tenho um salão de beleza, preciso trabalhar, mas não consigo". A cabeleireira ligou duas vezes para a Cemig, a última delas na manhã desta quarta, e a atendente disse, erroneamente, que a energia já havia sido restabelecida. "Ela nem sabia que a árvore tinha caído", reclama.

A Cemig informou, em nota enviada no fim desta manhã, que 48 mil clientes nas cidades de Juiz de Fora, Bicas, Chácara, Pequeri, Guarará, Maripá de Minas e Senador Cortes ficaram sem energia por causa da chuva forte na noite dessa terça. Pelo menos 28 cabos de energia foram rompidos. O restabelecimento da energia está sendo realizado de forma gradativa, e um contingente superior a 100 empregados trabalham direto desde 17h de ontem. A nota informou que há clientes ainda sem energia, mas não precisou quantos. Além disso, cerca de 2 mil outros foram desligados para atender serviços de regularização do sistema elétrico. 

A companhia informa que os clientes podem informar a falta de energia enviando SMS para o número 29810, digitando "cemig luz", o nº do cliente e o nº da instalação. Esses números são encontrados na conta de energia. 

Segundo informações da Cemig, o volume total de água foi de 70,8mm (50mm em apenas 1h), com velocidade dos ventos de até 91,4 km/h e queda de 867 raios na região.

Segundo a assessoria, o caos no trânsito por causa das chuvas trouxe dificuldades de locomoção para as equipes, dificultando o trabalho de vistoria do sistema e, consequentemente, o de restabelecimento de energia. O órgão pede paciência dos usuários, pois, segundo a assessoria, o dia foi atípico, com muitos objetos lançados na rede, cabos partidos e raios. Em relação às informações desencontradas repassadas pelas atendentes, a assessoria alega que são muitas ocorrências e, por causa disso, Centro de Operações da Cemig, em Belo Horizonte, não consegue atualizar os dados rapidamente.
Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?