Publicidade

29 de Maio de 2014 - 16:15

Um adolescentes também chegou a ser apreendido por envolvimento com tráfico de drogas, mas já foi entregue aos responsáveis

Por Tribuna

Compartilhar
 
Armas e drogas foram apreendidas pela PM
Armas e drogas foram apreendidas pela PM

Atualizada às 17h11

A rivalidade entre gangues e a disputa por espaço para a venda de drogas terminou em mais uma tentativa de homicídio, no Bairro Nova Era, Zona Norte de Juiz de Fora, na noite dessa quarta-feira (28). Dois bandos, que se consideram inimigos se confrontaram e um jovem foi alvejado de raspão, durante tiroteio. A Polícia Militar foi acionada e prendeu seis jovens, com idades entre 20 e 25 anos. Um adolescente, 16, que seria responsável por guardar o local onde drogas eram escondidas, foi apreendido. Crack, cocaína, maconha, armas e munições foram localizados durante a ação policial, que mobilizou oito viaturas de companhias do 27º Batalhão. Conforme a PM, a ocorrência foi registrada na Rua Guimarães Júnior, por volta das 21h. O comandante da 173ª Companhia da PM, tenente Luciano Fontainha, informou que alguns dos presos têm envolvimentos com homicídios, roubos e tráfico de drogas na Zona Norte e Cidade Alta.

De acordo com o boletim de ocorrência, em patrulhamento pelo Bairro Nova Era, policiais militares receberam a informação de que quatro homens estavam se deslocando em um veículo Fiat Uno branco com o objetivo de tentar contra a vida de pessoas de um grupo rival, moradoras do condomínio Bela Vista, naquela região. Ao chegar ao local, a fim de verificarem a denúncia, os militares ouviram diversos estampidos de arma de fogo e se depararam com dois homens correndo em via pública. A dupla foi abordada e contou que estava sendo seguida por ocupantes de um Uno. Um deles, 22, afirmou que estava ferido, pois tinha sido atingido de raspão em um dos braços.

Um rastreamento foi iniciado e, pouco tempo depois, os policiais se depararam com o automóvel suspeito, que fugiu em alta velocidade, sendo seguido pela viatura. No decorrer da fuga, mais viaturas foram acionadas para darem cobertura na prisão dos suspeitos. Segundo o sargento Romoalvo Pereira Soares, que comandava a equipe policial, o carro foi abordado próximo da Avenida JK e nele havia quatro ocupantes, que passaram por uma busca pessoal. Na cintura de um deles, 24, foi localizado um revólver calibre 38, carregado com duas munições. Com outro suspeito, 25, havia cinco munições e R$ 60. Ele contou aos policiais que estava armado, mas teria dispensado o revólver durante a perseguição. Apesar da procura, a arma não foi encontrada posteriormente. No interior do Uno, foram apreendidos mais um revólver calibre 38 com numeração raspada carregado com seis projéteis, além de uma pistola calibre 380 raspada e de fabricação argentina e duas toucas ninjas.

 

Guarda-roupa

Em seguida, os policiais retornaram ao local onde houve o tiroteio e lá foi localizado o adolescente, 16, que relatou que os homens que tinham sido alvos dos tiros residiam em um apartamento, no Bela Vista, onde ele também morava. A PM se dirigiu para a residência, encontrando no local porções de maconha, cocaína e crack. O adolescente teria admitido que ele e os dois jovens tinham a função de guarda-roupa, sendo responsáveis pelo uso do imóvel como local para guardar drogas. O que sofreu o tiro de raspão foi levado para Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte, sendo medicado e liberado. Também foram apreendidos cinco celulares e uma motocicleta durante a ação policial. Todos os envolvidos foram conduzidos para a delegacia de Polícia Civil, em Santa Terezinha.

Como relatou o tenente Luciano Fontainha, todos os suspeitos são oriundos do Bairro Milho Branco, também na Zona Norte, onde disputavam território para venda de droga. Entretanto, um dos bandos se mudou para o condomínio Bela Vista, com a intenção de explorar a venda de entorpecente naquele local, pois concentra cerca 600 a 800 moradores. "Ao saber que grupo rival estava atuando em outra área da Zona Norte, o grupo que ficou no Milho Branco se dirigiu ao Nova Era a fim de tentar contra as vidas dos concorrentes", afirmou Fontainha. O comandante de companhia também informou que alguns dos presos foram identificados como autores de um roubo contra um posto de combustível, no Distrito Industrial. Eles foram reconhecidos por meio de imagens de câmeras de segurança. E uma das armas apreendidas nesta operação foi utilizada no naquele crime.

Os seis homens foram ouvidos e encaminhados para o Ceresp, dois por tráfico de drogas e quatro por tentativa de homicídio. Já o adolescente foi ouvido e encaminhado para os responsáveis.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o resultado do PIB nos dois últimos trimestres vai interferir no resultado das eleições?