Publicidade

26 de Fevereiro de 2014 - 08:33

Por Tribuna

Compartilhar
 
Vítimas foram encontradas dentro de residência
Vítimas foram encontradas dentro de residência

Atualizada às 14h06

Dois jovens foram assassinados a tiros de pistola nesta quarta-feira (26) dentro de uma residência no Bairro Vila Alpina, Zona Leste de Juiz de Fora. Felipe Fernandes Ferreira de Souza, 19 anos, e Guilherme do Nascimento Cândido, 22, foram encontrados mortos e com vários ferimentos à bala. Um deles estava deitado em um sofá, e o outro caído no chão perto de uma varanda da casa na Rua Sebastião Costa. De acordo com a Polícia Militar, a suspeita é de que o duplo homicídio tenha acontecido durante a madrugada, mas o crime só foi descoberto no início da manhã, quando uma irmã de Felipe chegou ao imóvel.

Segundo o comandante da 70ª Companhia da PM, capitão Marcelo Alves, pelo menos 11 disparos teriam sido feitos em direção às vítimas. "A perícia não soube precisar quantos tiros atingiram cada uma delas." Várias cápsulas de pistola 380 ficaram espalhadas. Outra hipótese levantada é de que os rapazes estariam dormindo quando foram surpreendidos pelos disparos. "A PM foi acionada por volta das 7h30 com a informação de que havia dois corpos estirados em uma residência na Vila Alpina. Fomos ao local e confirmamos o fato", disse o capitão.

Embora nenhum suspeito tenha sido preso, o comandante não descartou relação entre o duplo assassinato e o homicídio de Wemerson Mendes da Silva, 19, encontrado morto no dia 18 em um terreno da Vila Alpina. O rapaz, que teria sido agredido a pedradas, apresentava cortes contusos na cabeça, ferimentos de defesa nas mãos e estava caído em uma fenda da área de morros. "Há possibilidade de ter alguma relação entre esses crimes, mas não podemos afirmar. Estamos colhendo informações junto à população para nortear as investigações da Polícia Civil", disse o capitão Marcelo Alves.

Vários moradores da região permaneceram na via acompanhando os trabalhos policiais. Após os levantamentos realizados por peritos da Polícia Civil na cena do crime, os corpos foram removidos e encaminhados para necropsia no Instituto Médico Legal (IML). O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Homicídios e Antidrogas.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?