Publicidade

01 de Julho de 2014 - 11:27

Por

Compartilhar
 
Um casal foi rendido por dois criminosos armados e teve uma moto roubada, na noite desta segunda-feira (30), em meio ao trânsito nas imediações da Praça Dom Pedro II, no Bairro Mariano Procópio, Zona Nordeste de Juiz de Fora. Por volta das 20h30, o condutor, 32 anos, e a carona, 28, pararam com a Honda XRE 300 em um semáforo, quando foram surpreendidos por dois bandidos encapuzados com toucas ninja, que apontaram armas e anunciaram o roubo. A dupla mandou o casal desembarcar do veículo com as mãos para cima e também exigiu a entrega dos capacetes. Em seguida, os ladrões subiram na moto, fizeram uma conversão e seguiram sentido Santa Terezinha. Várias viaturas foram empenhadas no rastreamento, mas o veículo, com placa de Rio Pomba (MG), não foi localizado.
 
Receptação e posse de arma
 
Diante da informação de que uma moto havia sido roubada, a PM intensificou o patrulhamento na região e avistou uma Honda NX Falcon prata ocupada por dois homens em atitude suspeita, trafegando pela Avenida Brasil sentido Manoel Honório/Santa Terezinha. Ao perceber que seria abordado, o condutor acelerou o veículo, que foi perseguido e interceptado. Os policiais perceberam que a moto estava com uma chave mixa na ignição, e a placa apresentava sinais de adulteração. Após consulta, militares confirmaram que o veículo era produto de furto, e deram voz de prisão aos homens, de 23 e 33 anos, por receptação. 
 
O suspeito mais jovem informou à PM que estava hospedado em Igrejinha, Zona Norte, e policiais já haviam recebido denúncia de que ele estava envolvido com o tráfico e portava arma de fogo. Diante da situação, unidades da Rotam, Tático Móvel da 70ª Companhia e viaturas da 173ª Cia seguiram para o endereço. Durante buscas no imóvel foram localizados um revólver calibre 32, carregado com seis cartuchos intactos, e outras quatro munições. Ainda foram apreendidos celular e R$ 195. O jovem também foi preso pelo posse ilegal do armamento, e a dupla foi levada para a 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil.
 

 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?