Publicidade

08 de Julho de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Sede do Núcleo de Prática Jurídica foi inaugurada pelo reitor Henrique Duque e outras autoridades
Sede do Núcleo de Prática Jurídica foi inaugurada pelo reitor Henrique Duque e outras autoridades

A sede do Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) da Faculdade de Direito da UFJF está em novo endereço, na Avenida Itamar Franco 988, no Centro. Durante a cerimônia de inauguração do escritório-escola, na tarde de ontem, o reitor Henrique Duque destacou a importância social do projeto. "É mais um papel que a universidade assume no exercício da sua educação, graduação e pesquisa aliada à parte social da sua extensão. É o papel que a nossa universidade cumpre e é o dever dela."

As orientações jurídicas gratuitas serão oferecidas na área cível, de segunda a sexta-feira, das 13h às 16h. "Os atendimentos serão realizados por um grupo de alunos que será assessorado por um recém-formado ou por um professor orientador. Além disso, temos o programa voltado para os recém-formados, para que possamos dar a ele uma estrutura para iniciar sua vida profissional", esclareceu a supervisora do NPJ, Isabela Gusman Ribeiro do Vale. No novo espaço de dois andares vão funcionar salas de atendimento, gabinete para os professores orientadores, centro de mediação, sala de trabalho para os alunos e a empresa júnior Colucci.

Ainda durante o encontro o reitor anunciou a construção de duas novas edificações do núcleo. "Estamos aqui temporariamente. Nos próximos dois anos, teremos um prédio de sete andares, na Rua Espírito Santo 993 (onde funcionava a antiga sede do núcleo) e mais um espaço de 200 metros quadrados, que vai ficar pronto em 2018, em um prédio anexo ao novo fórum da cidade. Isto é um ganho muito grande para todos nós da universidade e para a comunidade de Juiz de Fora."

Além do reitor, a cerimônia de inauguração contou com as presenças do diretor da Faculdade de Direito, Marcos Vinício Chein Feres, recém-eleito vice-reitor, o diretor do Fórum da Comarca de Juiz de Fora, Edir Guerson de Medeiros, além de outras autoridades.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?