Publicidade

25 de Abril de 2014 - 11:38

Por Tribuna

Compartilhar
 
Instalação de esquipamento deve terminar às 14h desta sexta (25)
Instalação de esquipamento deve terminar às 14h desta sexta (25)

Uma estação hidrológica, que mede o volume de água na calha do Rio Paraibuna, está sendo instalada na Ponte Domingos Alves Pereira, no Bairro Santa Terezinha, Zona Nordeste de Juiz de Fora. Por meio dos dados captados e enviados pelo aparelho para o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), será possível identificar áreas com potencial para alagamento e prevenir acidentes causados pelos temporais. Até as 14h desta sexta-feira (25), a instalação deve ser concluída, mas, segundo o subsecretário da Defesa Civil, Márcio Deotti, ainda não há prazo para que a transmissão de dados esteja pronta para a análise de riscos. "Isso depende dos profissionais do Cemaden. Mas o procedimento envolve preparação de software, entre outras ações. Acredito que leve no máximo 15 dias, como aconteceu depois da instalação dos pluviômetros".

Diferente do pluviômetro, que mede a intensidade da chuva e é instalado nas partes altas, a estação hidrológica fica nas calhas para medir o volume de água que passa por ali. O ponto zero da calha é aferido pelo Cemaden. Em seguida, são definidas cotas e a partir de quais delas já há alagamento. O aparelho filma a elevação e a queda do nível da água, oferece os dados e transmite tudo em tempo real.

O subsecretário explica que o principal objetivo do equipamento é a implantação do sistema de alerta e alarme "A análise desses níveis nos informa, primeiramente, se há estado de alerta, quando a comunidade é avisada sobre os riscos existentes, e, em seguida, estado de alarme, momento em que já há a ação para remoção de pessoas". Deotti informa, ainda, que esse é o primeiro dos dez aparelhos solicitados ao Governo Federal. Assim, a expectativa é de novas estações cheguem à cidade e possam ser colocadas em áreas consideradas críticas pela Defesa Civil, como Bairro Industrial, Linhares, Santa Luzia e Benfica, por exemplo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?