Publicidade

13 de Dezembro de 2013 - 14:17

Por Tribuna

Compartilhar
 

Um guardador de carro, 32 anos, foi preso pela Polícia Militar suspeito de ter atropelado um homem e fugido do local sem prestar socorro e não possuir carteira de habilitação (CNH). O caso foi registrado na noite dessa quinta-feira (12) no Bairro Santos Anjos na Zona Sudeste de Juiz de Fora. A vítima foi conduzida para o Hospital de Pronto Socorro (HPS), onde foi diagnosticada com traumatismo cranioencefálico e permaneceu internada. Pela manhã, a Secretaria de Saúde informou que o atropelado permanecia hospitalizado, na sala de urgência, lúcido e estável.

De acordo com o boletim de ocorrência, durante o patrulhamento, policiais militares localizaram o veículo Monza, de cor azul, que teria atropelado o pedestre. O carro estava com o para-brisa e retrovisor quebrados. O guardador estava próximo ao Monza e foi questionado pelos militares. Ele teria relatado que atua como na área do Terreirão do Samba e que, por volta das 13h da quinta-feira (12), um homem teria chegado com o carro no local e deixado o veículo sob seus cuidados. Entretanto, como não havia vagas perto dali, o dono do carro, junto com outro homem, deixou a chave com o guardador, que, sem autorização do proprietário, teria saído apenas para manobrá-lo e que, quando transitava no bairro, atropelou a vítima.

Ainda segundo o BO, o suspeito estava nervoso, uma vez que não tinha CNH nem autorização para se deslocar com o Monza, e, por isso, fugiu do local do atropelamento sem prestar socorro. Ele foi preso em flagrante por omissão de socorro e por dirigir sem CNH, sendo conduzido para a delegacia de Santa Terezinha.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?