Publicidade

19 de Maio de 2014 - 11:04

Sete homens desconhecidos invadiram imóvel; agressores teriam acusado a vítima de estuprador

Por Tribuna

Compartilhar
 
Imóvel onde ocorreu espancamento foi todo revirado
Imóvel onde ocorreu espancamento foi todo revirado

Um homem de 30 anos, que seria portador de distúrbios mentais, sofreu afundamento de crânio depois de ser espancado com pedaços de pau e barras de ferro por sete agressores. A ocorrência foi registrada pela Polícia Militar, na noite desse sábado (17), por volta das 21h30, na Rua Filonila Carlota de Jesus, na Vila Olavo Costa, na Zona Sudeste. O espancado foi encontrado usando apenas calça jeans e não apresentava documentos. Segundo o boletim de ocorrência, os agressores teriam acusado a vítima de estuprador. Ainda conforme o documento policial, quando a PM chegou ao local dos fatos, havia diversos moradores na via pública, que informaram o nome pelo qual a vítima era conhecida.

Eles relataram que o homem agredido mora sozinho e que estava em casa, quando sete homens desconhecidos e usando roupas pretas invadiram o imóvel e passaram a espancar a vítima com paus e barras de ferro. Depois de deixarem o homem no chão e ferido, o grupo deixou a casa, gritando: "Estuprador tem que morrer mesmo." O grupo fugiu e não foi localizado.

Os vizinhos acionaram o Samu, que socorreu o agredido, levando-o para o Hospital Maternidade Therezinha de Jesus (HMTJ), onde foi diagnosticado com afundamento de crânio, suspeita de fratura na mandíbula e diversas escoriações na face e no corpo. A vítima permaneceu internada.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?