Publicidade

15 de Janeiro de 2014 - 19:47

Por Tribuna

Compartilhar
 
Fogo começou no mato e atingiu depósito
Fogo começou no mato e atingiu depósito

Atualizada às 21h17

Um incêndio atingiu um depósito de veículos apreendidos pela Prefeitura, por volta das 18h desta quarta-feira (15), na Rua Martins Barbosa, altura do Bairro São Damião, Zona Norte. As labaredas chegaram a três metros de altura e, para apagá-las, foram gastos cerca de dez mil litros de água, segundo o tenente Diogo Chelini, do Corpo de Bombeiros. "Inicialmente, fomos acionados para combater fogo em vegetação. Ao chegar no local, nos deparamos com o depósito de veículos." A causa ainda não foi esclarecida. Apesar da gravidade do incêndio, ninguém ficou ferido.

A corporação combateu as chamas por cerca de duas horas. Foram empenhados nove homens, dois caminhões e um carro. O maior foco estava nos pneus de uma das carretas. "Como a borracha é combustível, o fogo reacende rápido. A temperatura é muito alta, por isso é necessário muita água para esfriar o pneu", informou Chelini. A preocupação do vigilante do local Aparecido de Freitas Soares era de que o incêndio atingisse um depósito de pneus que fica logo acima de onde estão os carros. 

De acordo com a chefe do Departamento de Fiscalização da Secretaria de Atividades Urbanas (SAU), Graciela Vergara Marques, os veículos atingidos pelo fogo não tinham mais condições de transitar pelas vias da cidade. "A maioria é sucata. O fiscal vai ao local amanhã (hoje) fazer um levantamento e verificar o que poderá ser feito. Estas carcaças só não foram leiloadas ainda porque faltava passar por um procedimento junto ao órgão de trânsito." A representante também descartou a possibilidade de algum proprietário dos automóveis acionar o Município na Justiça. Isso porque, segundo ela, tratam-se de bens abandonados, conforme previsto no Código de Posturas. Graciela também ressaltou que a apreensão de veículos em via pública ocorre quando eles oferecem riscos à saúde, principalmente na época de proliferação do mosquito transmissor da dengue. 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?