Publicidade

21 de Fevereiro de 2014 - 04:00

Fogo destruiu o depósito de materiais didáticos e o laboratório de informática do Polivalente de Benfica

Por Sandra Zanella

Compartilhar
 

Um incêndio na tarde de quarta-feira (19) destruiu o depósito de materiais didáticos e o laboratório de informática, com 39 computadores, da Escola Estadual Presidente Costa e Silva, o Polivalente de Benfica, na Zona Norte. O fogo foi percebido por volta das 14h45 no cômodo onde estavam os produtos escolares. Apesar de a sala de informática, que fica anexa, não ter sido atingida diretamente pelas chamas, o intenso calor e a fumaça no local, seguidos do resfriamento, danificaram os equipamentos. Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Militar divulgado nesta quinta, há suspeita de o incêndio ter sido criminoso. Por volta das 13h30, pessoas teriam sido vistas pulando o muro da instituição. Ainda conforme o registro policial, uma tábua estava encostada na divisa que dá acesso ao depósito de materiais, além de haver marcas de barro e rastros em um matagal.

O Corpo de Bombeiros debelou as chamas em uma hora e meia, fez o rescaldo e concluiu os trabalhos às 18h. Segundo a assessoria da corporação, foram utilizados cerca de cinco mil litros de água e mobilizados duas viaturas e cinco militares. Ninguém ficou ferido, e os cerca de 200 alunos que estavam na escola foram liberados das aulas. A PM foi acionada e registrou o boletim de ocorrência como crime de dano, mas nenhum suspeito foi encontrado. Peritos também realizaram levantamentos, e o caso deverá ser investigado pela Polícia Civil. Na manhã desta quinta, a Defesa Civil esteve no local e, conforme a direção da escola, não foram constatados danos estruturais. A área atingida pelo incêndio segue interditada, e a situação foi comunicada à Superintendência Regional de Ensino para que sejam providenciados os reparos e a reposição dos materiais.

Além dos 39 computadores, foram danificados seis impressoras, 40 estabilizadores, televisor de 50 polegadas, máquina de solda, 40 cadeiras estofadas, 14 bancos de madeira, dois quadros, duas estantes e mesa, aparelho de ar-condicionado e retroprojetor. O fogo também destruiu objetos de cozinha, como cem copos de vidro, 200 xícaras, 150 garfos e a mesma quantidade de facas e colheres. Da parte esportiva foram queimadas bolas, e ainda houve o dano de 400 cadernos, livros de informática e caixas de giz.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?