Publicidade

14 de Abril de 2014 - 10:34

Chuvas dos últimos dias provocaram alagamentos em alguns pontos

Por Tribuna

Compartilhar
 
A segunda-feira amanheceu com céu totalmente encoberto
A segunda-feira amanheceu com céu totalmente encoberto

Atualizada às 18h35

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) divulgou, na tarde desta segunda-feira (14), um alerta de chuvas para os próximos dias em Juiz de Fora. De acordo com o órgão, uma frente fria, semiestacionada no litoral dos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, provoca instabilidade em grande parte do Estado de Minas Gerais, sendo que a Zona da Mata será uma das regiões mais afetadas em razão da proximidade com o oceano. Com isso, as pancadas de chuvas a serem enfrentadas deverão ser de intensidade moderada a forte, o que significa um acumulado entre 5 e 50 milímetros. O Departamento de Meteorologia na Cemig prevê o volume de precipitações de 13,2 milímetros nesta terça, e mais 12,3 milímetros ma quarta.

Entre o fim da tarde de domingo e o início da manhã desta segunda, várias regiões do município foram atingidas com pancadas de chuvas, sendo a Zona Norte a mais afetada. No Bairro Monte Castelo, o pluviômetro do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden) registrou acumulado de 85 milímetros. Para se ter ideia desta intensidade, o equipamento do Inmet, instalado no Campus da UFJF, prevê média história de 107,1 milímetros para todo o mês de abril. Índices consideráveis também foram observados nos bairros Ponte Preta (69 milímetros), Humaitá (50 milímetros), São Judas Tadeu (46 milímetros) e Caiçaras (45 milímetros). 

A Defesa Civil não registrou ocorrências graves, mas alguns pontos de alagamentos foram atendidos pela subsecretaria. Este foi o caso de ruas dos bairros Vila Esperança II, Jardim Natal, Benfica, Igrejinha e Ponte Preta, todos na Zona Norte. Balanço divulgado mostra que 18 chamados foram contabilizados entre 18h de domingo e 17h desta segunda. Desse total, nove foram na Zona Norte, seguidos do Centro (3) e das regiões Sudeste e Nordeste (2), e Leste e Sul (1). Ainda conforme a Defesa Civil, a maioria dos atendimentos foi em razão dos alagamentos e de orientações técnicas. 

 

Temperatura

A aproximação da frente fria também causou mudança brusca na temperatura. Se os dias da semana passada foram marcados pelo céu claro, baixa umidade do ar e termômetros com índices elevados, o mesmo não se pode dizer dos dias que antecipam a Semana Santa. Nesta segunda, por exemplo, o Inmet registrou mínima de 18,3, com máxima de 23,8 graus. Para esta terça, a previsão é de oscilação entre 17 e 24 graus.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você confia nas pesquisas eleitorais?