Publicidade

28 de Março de 2014 - 17:15

Por Tribuna

Compartilhar
 

A investigação sobre o caso da mulher que matou o marido a marretadas e o enterrou no quintal, descarta, a princípio, a participação de outra pessoa no crime. De acordo com o titular da Delegacia Especializada de Homicídios e Antidrogas, Armando Avolio, investigadores estiveram na penitenciária e conversaram com a suspeita, 27 anos. "Ela afirmou que cometeu o assassinato sozinha e que tirou o corpo da casa para os filhos não perceberem. Segundo a mulher, após o homicídio, ela avisou a seus familiares". Policiais também estiveram em casa próximas a residência onde ocorreu o crime. Segundo o delegado, vizinhos disseram que não viram nenhuma movimentação estranha na madrugada que a suspeita matou o marido. "Ainda vamos realizar outros levantamentos e ouvir pessoas," finalizou.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?