Publicidade

16 de Junho de 2014 - 20:37

Por Tribuna

Compartilhar
 
Espaço, no Campus da UFJF, aguça sentidos com variações de plantas, cheiros e pisos
Espaço, no Campus da UFJF, aguça sentidos com variações de plantas, cheiros e pisos

Incentivar as pessoas a mergulharem em um universo de sensações e aromas. Esse é o objetivo do jardim sensorial construído pela UFJF, próximo à Reitoria, no Campus Universitário, na Cidade Alta. O espaço, inaugurado nesta segunda-feira (16), é dividido em quatro elementos (fogo, água, terra e ar). Em cada etapa, o ambiente apresenta variações no tipo de plantas e no terreno em que se pisa, com a finalidade de aguçar os sentidos dos visitantes.

O projeto foi idealizado pelo professor Daniel Pimenta, do Departamento de Botânica da UFJF, seguindo a estrutura de uma casa de reza tupi-guarani. "Resgatar a cultura ancestral da Zona da Mata propicia também uma experiência de autoconhecimento aos visitantes", afirma. Além disso, segundo o professor, o jardim busca a interseção entre os conhecimentos científico e espiritual, estimulando a intuição e a emoção.

Monitores estarão disponíveis para visitas guiadas de 9h ao meio-dia e das 13h30 às 16h30, de segunda a sexta-feira. Nos sábados, os guias estarão presentes de 10h ao meio-dia e das 14h às 16h. Os visitantes também poderão solicitar mudas das plantas pelos telefones 2102-3961 ou 2102-3971.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está evitando contrair dívidas maiores em função da situação econômica do país?