Publicidade

18 de Junho de 2014 - 21:05

Por Tribuna

Compartilhar
 
Secretário Weverton Vilas Boas comemora selo de Município Livre do Analfabetismo
Secretário Weverton Vilas Boas comemora selo de Município Livre do Analfabetismo

Juiz de Fora recebeu do Ministério da Educação (MEC) o selo de Município Livre do Analfabetismo. A certificação reconhece que a cidade atingiu mais de 96% de alfabetização entre jovens e adultos. Este ano, entre 5.500 cidades brasileiras, o título foi conferido a apenas 207.

De acordo com o secretário da Educação do município, Weverton Vilas Boas, o título é o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelo magistério, especialmente, dos alfabetizadores do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA). "Manter esses alunos fora da idade apropriada para a alfabetização em sala de aula é um desafio enfrentado diariamente pelos professores do EJA", afirma. O secretário diz, ainda, que o trabalho para melhorar os índices educacionais é emocionante: "Em uma turma de EJA do Bairro Santa Luzia, um senhor de 93 anos me emocionou com sua empolgação para aprender a ler e a escrever."

Apesar da certificação do MEC, a coordenadora de EJA do Colégio de Aplicação João XXIII, Carolina dos Santos Bezerra Perez, afirma que a cidade não está totalmente livre do analfabetismo. "Temos que pensar nos 4% que não são alfabetizados. Entender quem faz parte desse grupo, onde estão e os motivos que os afastaram da escola pode ser a chave para erradicar de vez o analfabetismo na cidade."

Adequar a metodologia de ensino ao contexto de vida dos alunos, segundo Carolina, é fundamental para superar o desafio da evasão. A professora defende, ainda, que erradicar o analfabetismo é um desafio que vai muito além da educação: "É uma questão de cidadania. A importância não é só saber escrever o nome, mas ter condições para realizar tarefas básicas do dia a dia sem depender de ninguém. É, principalmente, ser capaz de reivindicar seus diretos", conclui a coordenadora.

Juiz de Fora tem 6.500 alunos de EJA, distribuídos em 101 instituições, entre elas, 42 escolas públicas municipais. O selo de Município Livre do Analfabetismo faz parte do Programa Brasil Alfabetizado (PBA), que visa à universalização da alfabetização de jovens e adultos a partir de 15 anos. No Brasil, de acordo com a mais recente Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), realizada pelo IBGE em 2012,a taxa de analfabetismo de pessoas acima dos 15 anos é estimada em 8,7%, o que corresponde a 13,2 milhões de analfabetos. Em janeiro de 2014, o país foi apontado pela Unesco como 8° com maior número de analfabetos adultos.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor de fechamento de pista em trecho da Avenida Rio Branco para ciclovia nos fins de semana?