Publicidade

27 de Janeiro de 2014 - 20:50

Por Tribuna

Compartilhar
 

Um jovem e uma criança morreram afogados em Juiz de Fora no último domingo (26). Segundo o Corpo de Bombeiros, por volta das 15h, uma turma de amigos que passava a tarde no lugar conhecido como Lagoão, na Fazenda Santo Antônio, Estrada e União e Indústria, notou que Leonardo Luiz de Jesus, 21 anos, havia sumido nas águas de um açude. Uma equipe de salvamento dos Bombeiros permaneceu no local até às 20h50 em busca do corpo, no entanto, sem sucesso. A operação continuou no dia seguinte, mas até às 18h desta segunda-feira, os bombeiros ainda não haviam encontrado a vítima.

Mais cedo, às 12h15, o corpo de Jonathã Santiago Neri Rezende, 9, foi retirado das águas do balneário conhecido como Bicão do Scheffer, no Bairro São Pedro, Cidade Alta, por uma equipe do Samu. O Corpo de Bombeiros também se deslocou até o local e auxiliou nos trabalhos de resgate, mas passados 40 minutos de manobras de ressuscitação, a criança não resistiu. Segundo os Bombeiros, o responsável pelo local informou que não havia guarda-vidas e nem material de primeiros socorros. A assessoria de comunicação da Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) informou que nesta terça equipes da SAU e dos Bombeiros farão uma vistoria para identificar qual tipo de serviços está sendo prestado no local.

 

Região

Outras duas pessoas também foram vítimas de afogamentos próximo ao município de Conselheiro Lafaiete. A primeira vítima foi um homem de 35 anos, que estava em um açude na Zona Rural de Entre Rios de Minas. O corpo da vítima foi encontrado na tarde desta segunda. A outra pessoa, ainda sem identificação, acidentou-se em um local conhecido como Sítio das Goiabeiras, na mesma região.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o número de afogamentos cresce nesta época do ano. Para aproveitar o verão de forma segura, a orientação é verificar se o local escolhido para banho é conhecido e se possui salva-vidas, além de faixas e placas avisando sobre os perigos. Outra recomendação é evitar nadar sozinho ou deixar crianças sozinhas na água, não se afastar das margens, não ingerir bebida alcoólica, não saltar de locais elevados e evitar brincadeiras de mau gosto.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?