Publicidade

06 de Janeiro de 2014 - 10:15

Por Tribuna

Compartilhar
 

Atualizada às 10h49

Um jovem de 18 anos foi assassinado a tiros, e a namorada dele, 19, baleada, na noite deste domingo (5), no estacionamento de um centro comercial na esquina das avenidas Rio Branco e Brasil, próximo ao Bairro Manoel Honório, Zona Leste de Juiz de Fora. De acordo com informações da Polícia Militar, a mulher relatou que, por volta da 21h, estava no local com seus familiares, incluindo uma irmã de 7 anos, além do namorado, Getúlio da Costa Júnior. Enquanto os parentes faziam compras, o casal permaneceu com a criança dentro de um carro conversando, quando o rapaz teria visto um suspeito passar pela área. Em seguida, um atirador se aproximou do veículo, dizendo "É hoje", e efetuou uma série de disparos contra Getúlio. O criminoso ainda atirou contra a jovem, que foi alvejada na perna.

Mesmo ferida, a mulher entrou no supermercado para avisar sua família sobre o ocorrido, e populares informaram que o assassino teria fugido na companhia de comparsas em um carro e uma moto. O Samu foi acionado e constatou o óbito de Getúlio, que não resistiu a seis tiros no tórax e um na região cervical. Já a jovem, foi socorrida pela PM e encaminhada ao Hospital de Pronto Socorro (HPS), onde deu entrada com perfuração na coxa esquerda. Segundo a assessoria da Secretaria de Saúde, ela continua internada em observação, sob os cuidados da equipe de traumatologia. A paciente está lúcida, e seu quadro é considerado estável. 

Conforme a PM, o jovem morto já estava sofrendo ameaças desde um homicídio ocorrido no ano passado. Militares realizaram rastreamento na região em busca de envolvidos no crime. Um suspeito chegou a ser abordado, e um Vectra que teria sido usado na ação criminosa escapou de um cerco e bloqueio, mas ninguém foi preso. Peritos realizaram levantamentos no local do assassinato, sendo apreendidos um cartucho intacto e outro deflagrado calibres 32. O corpo de Getúlio foi encaminhado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML). O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Homicídios e Antidrogas.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?