Publicidade

17 de Fevereiro de 2014 - 09:07

Por Tribuna

Compartilhar
 

Atualizada às 18h55

Um jovem de 19 anos foi assassinado com dois tiros na cabeça, na noite deste domingo (16), no Bairro São Sebastião, Zona Leste de Juiz de Fora. Por volta das 20h30, a Polícia Militar foi acionada e encontrou Jarbas Rafael Assis Santos caído com ferimentos na Rua Fausto Machado. O óbito foi confirmado pelo Samu. Peritos da Polícia Civil realizaram os levantamentos e, conforme a PM, constataram duas perfurações à bala no lado esquerdo da cabeça da vítima. A mãe do rapaz relatou aos militares que seu filho jogava vídeo game no interior da residência, quando alguém o chamou ao portão. Momentos depois, a mulher escutou dois estampidos e foi informada por vizinhos que Jarbas havia sido alvejado em via pública. A motivação do crime não foi esclarecida, e nenhum suspeito foi encontrado. O corpo foi encaminhado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML).

Esse foi o terceiro homicídio registrado na cidade em um período de 48 horas. Na noite de sexta-feira, Cleiton José da Silva, 27, foi morto a tiros em Paula Lima, Zona Norte. Já no início da madrugada de sábado, um homem, 51, foi assassinado a facadas no Bairro Cidade Nova, Zona Sul. O suspeito do crime é um adolescente, 16, enteado da vítima, mas ele não foi encontrado.

 

Baleado morre  

Também no fim de semana, morreu no Hospital de Pronto Socorro (HPS) um homem, 40, que havia sido baleado, no último dia 8, no São Judas Tadeu, Zona Norte. De acordo com a Secretaria de Saúde, o óbito de Anderson Marcos Soares foi confirmado às 21h10 de domingo. Ele foi uma das duas vítimas de um tiroteio em um bar na Rua Monsenhor Francisco de Paula Salgado. Segundo a PM, cinco pessoas abriram fogo contra o estabelecimento e fugiram em bicicletas. Ninguém foi preso. Anderson teve ferimento na região glútea e perfuração no intestino. Já outro homem, 34, foi atingido no pé e medicado na UPA Norte. 

Com os quatro óbitos ocorridos entre sexta-feira e domingo, chegou a 26 o número de mortes violentas no município este ano.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?