Publicidade

02 de Julho de 2014 - 11:05

Por Tribuna

Compartilhar
 
Jovem foi preso em flagrante e encaminhado ao Ceresp.
Jovem foi preso em flagrante e encaminhado ao Ceresp.

Atualizada às 20h03

Uma submetralhadora ponto 40 foi apreendida durante ação da Polícia Militar, na noite de terça-feira (2), no Bairro São Benedito, Zona Leste. A arma, considerada de alto poder destrutivo por disparar tiros sucessivos, estava na residência de um jovem, 20 anos, na Rua Agilberto Costa.

O morador acompanhou as buscas no imóvel e, após negar a existência do material, acabou indicando à polícia o local onde estava o armamento, junto com carregador e uma munição, em um cômodo anexo à casa. A suspeita é de que a submetralhadora estava sendo guardada para um homem, 24, conhecido no meio policial por envolvimento com o tráfico de drogas. Militares da 70ª Companhia da PM empenhados na ocorrência ainda fizeram rastreamento para localizá-lo, mas o suspeito não foi encontrado.

Já o morador da casa, foi preso em flagrante pela posse do armamento, de uso restrito das Forças Armadas e das polícias, e encaminhado ao plantão da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Santa Terezinha. Em depoimento, o rapaz alegou ter encontrado a arma em um matagal, há cerca de um mês, logo após perceber que um desconhecido teria escondido a mesma no local. 

No entanto, para o comandante da 70ª Companhia da PM, capitão Marcelo Alves, as informações obtidas dão conta de que realmente a submetralhadora estava sendo guardada para um suspeito de tráfico. "Essa arma pertence a outro cidadão conhecido no meio policial pela prática de crimes, mas, infelizmente, não o localizamos." Segundo o comandante, o rapaz preso já havia postado foto em rede social na internet ostentando a submetralhadora.

"Nossa seção de inteligência faz um trabalho de acompanhamento em redes sociais, principalmente de pessoas com envolvimento em ilícito penal, como nesse caso. Também tivemos denúncia contra esse cidadão pelo 181, e, assim que o identificamos, agimos logo. Ele autorizou a entrada em sua residência e recebeu voz de prisão em flagrante delito."

O comandante ressaltou a necessidade de a comunidade colaborar com denúncias. "Isso ajuda nossas ações de policiamento ostensivo e preventivo e contribui para a segurança pública." O capitão lembrou, ainda, que a apreensão da arma foi de extrema importância para inibir outros delitos. "Com a retirada dessa arma de fogo de circulação prevenimos o cometimento de vários crimes contra a pessoa e o patrimônio." O jovem preso teve o flagrante confirmado na delegacia e foi conduzido ao Ceresp, onde ficou à disposição da Justiça. 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?