Publicidade

12 de Dezembro de 2013 - 14:52

Mortes aconteceram nos bairros Furtado de Menezes, Araújo e Fábrica

Por Tribuna

Compartilhar
 

Atualizada às 19h10

Mais dois homicídios e uma tentativa de assassinato foram registrados em Juiz de Fora na noite da última quarta-feira (11), elevando para três o número de vítimas de mortes violentas em um único dia. Pela manhã, um jovem de 18 anos já havia sido morto a tiros dentro de seu local de trabalho. À noite, por volta das 21h, outro rapaz, 22 , foi alvejado nas costas, na Rua Furtado de Menezes, no bairro de mesmo nome, na região Sudeste. De acordo com o boletim da Polícia Militar, moradores informaram que Douglas da Silva caminhava pela via, quando foi baleado. Os militares encontraram a vítima caída no chão e, ao tentarem levantar as informações sobre o ocorrido, os populares alegaram que não tinham presenciado o fato, mas apenas ouvido o estampido do tiro. 

A equipe do Samu foi acionada e tentou reanimar Douglas, mas não obteve êxito, sendo o óbito confirmado no local. Depois do trabalho da perícia da Polícia Civil, o corpo foi liberado para IML. Ainda conforme o documento policial, a vítima estava em um bicicleta de trilha, que foi restituída a um familiar de Douglas. Ainda durante a ocorrência, o Centro de Operações da PM recebeu uma ligação anônima. A pessoa que não quis se identificar passou dois nomes de homens, moradores daquela região, que teriam cometido o crime. A PM realizou rastreamento pelas imediações, mas nenhum suspeito foi localizado. 

Já na Zona Norte, no Bairro Araújo, um homem de 32 anos morreu depois de ser atingido por três tiros, na Rua Coronel Alcino Nunes Pereira, por volta das 18h. Conforme relatado no boletim de ocorrência, uma testemunha contou que Jader Mendes Gonçalves recolhia entulhos no local da ocorrência, quando dois homens desconhecidos, ocupantes de um motocicleta CG preta, se aproximaram e efetuaram vários tiros em sua direção. Em seguida, a dupla fugiu. A vítima ainda teria caminhado uma distância de 50m em busca de socorro, sendo amparada pelo pai. Jader foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte, onde recebeu os primeiros socorros. Foram constadas duas perfurações na região do ombro, nos dois lados, e uma na altura do tórax. A vítima também possuía uma possível perfuração na boca, que não pôde ser confirmada em função da grande quantidade de sangue no local. De imediato, Jader foi transferido para o Hospital de Pronto Socorro (HPS), mas não resistiu e morreu. Seu óbito foi confirmado às 19h25m.

No local do homicídio, a perícia da Polícia Civil apreendeu três projéteis que foram entregues por populares. A PM realizou rastreamento, mas nenhum suspeito foi encontrado. Ambos os casos seguiram para investigação na delegacia de Santa Terezinha. 

Ainda na Zona Norte, no Bairro Fábrica, por volta das 9h, Jeferson Guerra de Oliveira, 18, foi assassinado com três tiros. O auxiliar de serviços gerais estava trabalhando em uma loja de troca de escapamentos de veículos, na Rua Bernardo Mascarenhas, quando um homem entrou no local e mandou outros dois funcionários irem para um cômodo na parte dos fundos do estabelecimento. O suspeito teria perguntado se uma pessoa estaria no local e, quando viu o jovem, efetuou os disparos, que atingiram pescoço, rosto e peito. Um projétil ficou alojado na cabeça da vítima, que morreu na hora. O autor dos tiros fugiu a pé, mas teria ocupado uma motocicleta que o aguardava com um comparsa em uma rua próxima.

 

 

Homem é baleado no pescoço

 

Também na Zona Norte, um homem de 32 anos foi baleado no pescoço e na mão, no Bairro Francisco Bernardino. De acordo com o registro policial, por volta de 20h30, os policiais receberam a informação de que havia um homem caído próximo ao Viaduto Ramiro Gonzalez. Chegando ao local, a vítima relatou que havia ido se encontrar com uma ex-namorada na praça do bairro. No local, ele teria sido surpreendido por um homem, que estava em uma motocicleta e atirou três vezes em sua direção. 

Os disparos atingiram sua mão e o pescoço. Mesmo ferido, o homem conseguiu fugir do atirador. A vítima afirmou que, por volta das 19h, ela havia recebido uma mensagem em seu celular que a alertava para não se encontrar com a tal mulher, pois, caso fosse, corria risco de vida. O recado teria sido dado por uma amiga da mulher que estava com a vítima no momento da tentativa de homicídio. O homem foi levado para o Hospital de Pronto Socorro (HPS), onde passou por cirurgia e permaneceu internado na enfermaria. De acordo com a Secretaria de Saúde, o paciente se encontra lúcido e orientado. O suspeito não foi localizado. 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?