Publicidade

23 de Dezembro de 2013 - 15:32

Por Tribuna

Compartilhar
 
Avenida Brasil tem fluxo intenso desde o início da tarde
Avenida Brasil tem fluxo intenso desde o início da tarde
Quem transitou pela Av. Francisco Bernardino também sentiu os reflexos do trânsito intenso
Quem transitou pela Av. Francisco Bernardino também sentiu os reflexos do trânsito intenso

Atualizada às 18h08

A segunda-feira chuvosa que antecede o Natal trouxe ao juiz-forano também um trânsito lento nas principais vias da cidade. Segundo relatos de leitores da Tribuna, bairros da Zona Sul, como o Bom Pastor, e vias de acesso à Zona Norte, com as avenidas Brasil e Coronel Vidal, sentido Bairro/Centro, além de toda região central, estão com trânsito lento desde o início da tarde. O crescimento do número de carros nas ruas, provocado pelo aumento de circulação de pessoas para as compras de Natal e à chuva, foi agravado por um ônibus urbano da empresa São Francisco que quebrou na Avenida Rio Branco, esquina com a Rua Afonso Pinto da Mota, por volta do meio-dia. Segundo dados divulgados pela InfoTrans, os pontos de retenção foram observados nas principais artérias da cidade, como as avenidas Getúlio Vargas, Itamar Franco e Francisco Bernardino. A ocorrência durou cerca de dez minutos, e 18 agentes de trânsito foram empenhados para controlar o tráfego. Mais de dez cruzamentos receberam apoio e permaneceram monitorados durante o dia.

A assessoria da Settra informou que 45 mil veículos estão trafegando nesta segunda na Avenida Barão do Rio Branco, conforme levantamento do Controle de Tráfego em Área (CTA) da secretaria. Esse fluxo na região central já era esperado, de acordo com a assessoria, devido à aproximação das festas de final de ano e das condições climáticas. No entanto, a informação é de que a pasta está intensificando os monitoramentos nos pontos considerados mais críticos da cidade, com 20 agentes de trânsito empenhados em cada turno. Além disso, está sendo realizada a operação "Natal", com objetivo de garantir uma maior fluidez no tráfego.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?