Publicidade

07 de Julho de 2014 - 17:13

Comerciante levava quantia para ser depositada em agência bancária, quando foi surpreendido

Por Michele Meireles

Compartilhar
 
Um dos tiros atingiu a lateral do carro da vítima
Um dos tiros atingiu a lateral do carro da vítima

Atualizada às 20h36

Pelo menos cinco tiros foram disparados em um assalto no Cascatinha, Zona Sul, no início da tarde desta segunda-feira (7), quando um comerciante perdeu cerca de R$ 80 mil em dinheiro. Em uma ação ousada, registrada na Avenida Doutor Paulo Japiassu Coelho, o bandido armado abordou o homem de 51 anos, assim que ele estacionou seu veículo na via. Segundo o documento policial, o primeiro tiro foi disparado quando o criminoso anunciou o roubo, por volta de meio-dia. O comerciante estava em frente ao número 113, próximo a um supermercado, e seguia para fazer o depósito da quantia em uma agência bancária do outro lado da avenida. Após o roubo, a vítima ainda perseguiu o suspeito, que fugiu a pé. Durante a fuga, a sacola onde estava o montante se rasgou e cerca de R$ 6 mil teriam se espalhado pela via. 

Segundo o comerciante, que é dono de uma farmácia na mesma via há cerca de 20 anos, ele seguia com R$ 79.845, quando foi surpreendido. "Faz seis anos que tenho um pague fácil no meu estabelecimento. Este dinheiro era dos pagamentos feitos no terminal. Sempre me precavia:  realizava os depósitos em horários diferentes, vinha em carros diferentes. Com certeza, hoje ele me seguiu. Foi tudo muito rápido", contou. 

Conforme o registro policial, após o bandido pegar a sacola da mão da vítima, ele saiu correndo. Na tentativa de recuperar  o dinheiro, o comerciante ainda puxou a sacola, que acabou rasgando. O homem relatou à polícia que o dinheiro estava dividido em cinco partes: R$ 68.350,  R$ 6 mil, R$ 2.700, R$ 1.700 e R$ 1.095.  Segundo o comerciante, o maior montante estava em um saco de pano dentro da sacola. Apenas R$ 580 do dinheiro que caiu foram recuperados. De acordo com a PM, uma testemunha entregou a quantia a policiais que estavam em uma das viaturas empenhadas na ocorrência. 

 

Perseguição

"Quando vi que não ia conseguir alcançá-lo a pé, voltei para o meu carro e fui atrás dele. Consegui segui-lo por três ruas, até a esquina das ruas Itamar Soares com Miguel José Mansur, quando ele atirou, pelo menos mais quatro vezes", relatou o comerciante (confira depoimento no site da Tribuna). Os tiros atingiram a lateral esquerda do carro, um Ecosport vermelho. 

Ele afirmou que, depois dos disparos, resolveu retornar. "Nesse momento, avistei o ladrão entrando em um Gol preto, que estava parado na Rua Miguel José Mansur. Eles fugiram em alta velocidade, pela contramão, até a Ladeira Alexandre Leonel, onde os perdi de vista", disse, acrescentando que esta é a primeira vez que é vítima de assalto. 

Diversas viaturas da PM, além do helicóptero da corporação, deram auxílio às buscas pelos criminosos, mas ninguém havia sido preso até até a noite desta segunda. O veículo da vítima foi periciado e liberado. De acordo com a PM, parte da ação teria sido gravada por câmeras de monitoramento de um estabelecimento da área. A Delegacia Especializada de Repressão a Grandes Roubos e Latrocínio vai investigar o caso. 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?