Publicidade

19 de Maio de 2014 - 13:27

Por Tribuna

Compartilhar
 

Atualizada às 20h57

Duas tentativas de furto foram registradas no domingo 918), nas zonas Sudeste e Nordeste. Por volta das 13h45, o vigia de uma empresa de estruturas metálicas, no Poço Rico, que estava no horário de almoço, ouviu barulho de telhas sendo arrastadas. Conforme o boletim de ocorrência, ele seguiu para o almoxarifado, onde viu uma escada pertencente à empresa encostada na parede externa. O funcionário percebeu que telhas tinham sido deslocadas.

Quando os policiais chegaram ao local, encontraram duas esmerilhadeiras (ferramentas usadas para lixar) em cima do telhado. Tanto o vigia quanto o proprietário, 61 anos, não deram falta de outros equipamentos. Conforme o relato policial, não foi possível ver as imagens do circuito interno, porque os suspeitos viraram as câmeras para a parede, e, em seguida, desligarem os aparelhos.

Já durante a madrugada, por volta das 3h25, uma loja de madeiras na margem direita da Avenida Brasil, no Mariano Procópio, na Zona Nordeste, foi invadida, mas nada foi levado. De acordo com o boletim de ocorrência, o funcionário que faz o monitoramento do alarme do estabelecimento chamou a PM, depois que o dispositivo de segurança foi acionado. Ele parou em frente à loja e viu que um indivíduo estava dentro dela. Ao notar que era observado, o suspeito teria fugido pelo escritório, de onde retirou duas tábuas. Quando os militares chegaram, não encontraram ninguém no local. O proprietário, 52, verificou apenas danos em um janela de vidro e uma TV, que foi deixada no chão. 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?