Publicidade

23 de Janeiro de 2014 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Área de preservação pode estar sendo usada
Área de preservação pode estar sendo usada

Na mesma semana em que a Tribuna publicou reportagem sobre a proliferação de bota-foras por várias regiões do município, outras três áreas de descarte irregular de resíduos foram encontradas nesta quarta-feira (22), sendo que duas delas podem estar em áreas de preservação permanente (APP). Estes são os casos dos entulhos identificados na Estrada Athos Branco da Rosa, em frente à Reserva de Poço D'Anta, e também no Acesso Norte, às margens do Rio Paraibuna. Em ambos os locais, restos de materiais de obras e equipamentos eletrônicos, como carcaça de televisão, podem ser observados. Outro local de despejo foi flagrado em um terreno na interseção das ruas Mário Ferreira de Siqueira e Vereador Sérgio Olavo Costa, no Marumbi, Zona Leste. Neste caso, porém, há um agravante porque, com as últimas chuvas, o barranco do lote começou a ceder, e montes de terra já podem ser vistos no asfalto.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Luis Cláudio Santos Pinto, uma equipe irá aos dois locais que podem ser APP para avaliar a situação. Se a denúncia se confirmar, além da multa prevista no Código de Posturas, de R$ 3.500, o infrator poderá ser autuado por crime ambiental se for identificado. O valor depende de vistoria, pois é calculado a partir do tamanho da área atingida. Sobre o despejo irregular próximo ao rio, informou que a área gramada é de proteção permanente. Já a assessoria de comunicação da PJF esclareceu que a Cesama vai ao local hoje e incluirá a limpeza na programação. "A dificuldade é identificar o responsável, pois muitos fazem isso à noite. É impossível fiscalizar toda a cidade ao mesmo tempo e, por isso, pedimos a ajuda da comunidade", disse o secretário, divulgando o telefone 3690-7771 para denúncia, assim como o endereço eletrônico sma@pjf.mg.gov.br.

Sobre o lote no Marumbi, a assessoria de comunicação do Demlurb informou que o local é limpo constantemente por estar na programação do departamento, mesmo assim um servidor irá ao local avaliar a situação. Sobre o barranco cedido, a assessoria Secretaria de Obras garantiu que um servidor fará vistoria e providenciará a retirada da terra.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?