Publicidade

22 de Fevereiro de 2014 - 17:08

Por Tribuna

Compartilhar
 
Corporação vai garantir a segurança para o desfile
Corporação vai garantir a segurança para o desfile

Após nova inspeção na passarela do samba, construída na Avenida Brasil, o Corpo de Bombeiros não liberou o laudo de Vistoria (AVBC) para a Funalfa. Embora os bombeiros descartem qualquer risco em relação à segurança do local que sedia o palco do samba na cidade, os vistoriadores não concederam o documento de liberação ao verificarem a existência de inconformidades entre o que foi instalado na via e o projetado. Um dos exemplos é a disposição de escadas de acesso às arquibancadas e camarotes. Algumas foram instaladas em lugar diferente do projeto original.

"As inconformidades detectadas não afetam a segurança do local. O sistema de prevenção está instalado, as rotas de fuga existem, bem como os laudos de todas as arquibancadas. O bombeiro não está liberando o local, mas também não vai interditar porque não há risco iminente", explicou o primeiro sargento vistoriador, Márcio Renê Silva. O militar garantiu que serão mantidas guarnições e pontos base da corporação em todo o entorno do evento, com equipes percorrendo a Passarela do Samba. O intuito é garantir atendimento imediato em caso de qualquer eventualidade.

O diretor de departamento operacional da Funalfa, Edson Tostes Filho, explicou que as inconformidades apontadas pelo Corpo de Bombeiros ocorreram somente por uma necessidade de adequação ao espaço disponível. "Por se tratar de um evento temporário, numa avenida, o projeto é feito de uma maneira, mas nem sempre, na hora de executar, sai 100% certo. No entanto, todo o sistema de segurança está funcionando e tenho a certeza de que não teremos nenhum problema". Segundo Edson, a orientação e a parceria do Corpo de Bombeiros são fundamentais para que não ocorram imprevistos. "Esse acompanhamento é muito importante para nós, porque além da preocupação de fazermos um bom carnaval, queremos garantir segurança", afirma. Mais de 300 pessoas vão trabalhar nos bastidores da festa realizada na avenida.

A expectativa da Funalfa é que pelo menos três mil pessoas assistam ao primeiro dia de desfiles na cidade. "É o primeiro ano que o desfile foi antecipado. É uma experiência nova para nós e estamos torcendo para dar tudo certo."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você tem percebido impacto positivo das operações policiais nas ruas da cidade?