Publicidade

17 de Janeiro de 2014 - 21:39

Por Tribuna

Compartilhar
 
População fechou via com barreira de pneus e galhos secos
População fechou via com barreira de pneus e galhos secos
Moradora do Nova Germânia teve a casa alagada durante a tempestade
Moradora do Nova Germânia teve a casa alagada durante a tempestade

No Parque das Águas e no Nova Germânia, na Zona Norte, moradores denunciam que a situação é a mesma em todo período chuvoso: a água infiltra pelos telhados e desce nas paredes internas dos imóveis. Cansados dessa situação, após o temporal desta sexta-feira (17), eles protestaram utilizando uma barreira com pneus e galhos secos, fechando a principal via de acesso que liga a Zona Norte à Cidade Alta. "Fizemos isso para chamar atenção, não aguentamos mais isso. Toda vez que chove, a gente nem dorme. Reclamamos com a Caixa várias vezes, e eles não fazem nada", desabafa a moradora do Nova Germânia, Fátima Furtado da Silva, 46. A cobradora Eneida Pereira, 35, mora no local há um ano e dois meses e já tem que mobiliar a casa pela quinta vez. "Quando chove, vou com meus filhos e minha mãe para banheiro, o único lugar seguro."

Militares das 27ª Cia e da 4ª Cia de Missões Especiais estavam no local para garantir a segurança de quem protestava. O professor de geografia Jader Lamas da Costa, 26, esperava na via, enquanto o trânsito não era liberado. "Apesar de o protesto estar desorganizado, acho válido. Eles conseguiram chamar a atenção. No Brasil, é só assim que se conseguem as coisas." Segundo a Defesa Civil, até o fechamento desta edição, engenheiros e assistentes sociais da Prefeitura atuavam no local.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a Justiça agiu corretamente ao permitir, por habeas-corpus, a soltura dos ativistas presos durante a Copa?