Publicidade

12 de Maio de 2014 - 10:24

Casal e um idoso foram agredidos com socos, pontapés e pedradas. Os dois bandidos foram pegos

Por Tribuna

Compartilhar
 

Atualizada às 15h22

Uma família teve a casa invadida por dois homens na madrugada desta segunda-feira (12) no Bairro Parque Independência, na Zona Nordeste de Juiz de Fora. Segundo informações do boletim de ocorrência, a dupla estava armada com um revólver e usou de força física e pedras para agredir marido, mulher e um idoso. A filha do casal, de apenas 4 anos, presenciou as agressões e ficou em estado de choque. O caso foi registrado na Rua Deputado Arlindo Zanini. Ainda de acordo com informações da PM, as vítimas contaram que os dois homens eram conhecidos delas, e a polícia também os reconheceu de ocorrências anteriores. Por isto, no momento da invasão, o morador, um homem de 30 anos, teria questionado um deles sobre o motivo da presença dele no local. Nesta hora, o morador ainda não tinha percebido que havia um segundo invasor. Diante da pergunta, o intruso passou a agredir o proprietário com socos e pontapés, o que fez vítima se defender. Os dois entraram em luta corporal e começaram a rolar pelo chão. O segundo intruso, ao ver a cena, também passou a agredir o morador.

A esposa da vítima, uma mulher de 31 anos, que estava no interior da casa, começou a gritar por socorro, despertando a fúria dos invasores. Eles agarraram a moradora pelo cabelo e a arrastaram para fora da casa, onde também passou a ser agredida com socos e pontapés. Ainda conforme a documento policial, a mulher não possui a visão do olho esquerdo e tem apenas 20% do olho direito, o que impossibilitou sua defesa.

Como a mulher gritava, o sogro dela, um senhor de 73 anos, que também estava na casa, tentou socorrê-la. A dupla entrou em luta com ele, inclusive usando pedras para agredir o idoso. Mas quando o senhor percebeu que um dos autores estava com um revólver, parou de lutar. Em seguida, os invasores, como aponta o boletim de ocorrência, pegaram algo que estava em meio a entulhos na área externa da casa e fugiram.

A PM foi acionada e começou um rastreamento na área, mas os suspeitos não foram localizados nas imediações. Diante disso, os policiais se dirigiram até a casa de um deles. No local, os militares encontraram os dois suspeitos, que foram reconhecidos pelas vítimas. Eles ainda resistiram à prisão, mas foram imobilizados. A fim de localizar a arma vista por uma das vítimas, a PM fez uma varredura no imóvel. Foram localizados diversos sacos plásticos utilizados para embalagem de drogas. No quintal da casa, foi encontrado um tablete de maconha. Os suspeitos receberam voz de prisão pelos crimes de lesão corporal, tráfico de drogas e invasão de domicílio. As vítimas foram levadas para o Hospital de Pronto Socorro (HPS), pois apresentavam lesões. A filha do casal, de 4 anos, que ficou em estado de choque, também foi encaminhada à unidade de saúde. O marido, a esposa e filha foram medicados e liberados. Já o senhor foi diagnosticado com lesões múltiplas, permanecendo internado. Segundo a assesssoria de comunicação da Secretaria de Saúde, o paciente está na observação masculina, lúcido, estável e orientado. O suspeito de 27 anos, que também apresentava ferimentos, foi medicado no HPS e passou mal ao ingerir a medicação, ficando hospitalizado sob escolta. O outro, com a mesma idade, foi levado para delegacia, em Santa Terezinha. A arma que teria sido utilizada na invasão não foi localizada.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?