Publicidade

08 de Abril de 2014 - 09:27

Por Tribuna

Compartilhar
 

Atualizada às 18h52

Uma mulher de 31 anos foi assassinada a tiros, e um jovem, 19, baleado, no final da noite de segunda-feira (7), entre os bairros Retiro e Floresta, na Zona Sudeste da cidade. De acordo com a Polícia Militar, por volta das 23h30, Catia Roque da Silva Gomes caminhava pela Rua Doutor Francisco Álvares de Assis, quando foi surpreendida por dois criminosos, que abriram fogo contra ela. Catia não resistiu a três perfurações no corpo e morreu no local. O óbito foi confirmado pelo Samu. Peritos da Polícia Civil realizaram os levantamentos, e o corpo foi encaminhado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML). Conforme o boletim de ocorrência, a vítima era moradora do Retiro. 

Enquanto a PM atendia a ocorrência de homicídio, um jovem, 19, residente no mesmo bairro, deu entrada no Hospital de Pronto Socorro (HPS), alvejado na perna por tiro disparado naquela mesma região da cidade. Ao ser questionado, ele informou à PM quem seriam os suspeitos, entretanto, no registro policial não consta se a vítima estava junto com a mulher quando foi ferida. Os dois rapazes que teriam atirado, ambos de 19 anos, foram localizados pelos policiais em suas residências, no Jardim Esperança, também na Zona Sudeste, e receberam voz de prisão em flagrante. Outro jovem, 22, também procurou a PM para dizer que havia sido ameaçado de morte pelos mesmos suspeitos, que estavam armados. Apesar da prisão deles, a arma usada nos crimes não foi encontrada.

Os jovens foram levados para o plantão da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil. A dupla teve o flagrante confirmado e foi encaminhada ao Ceresp, onde permaneceu à disposição da Justiça. A motivação das ações criminosas não foi esclarecida, mas o caso seguiu para investigação na Delegacia Especializada de Homicídios. 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o resultado do PIB nos dois últimos trimestres vai interferir no resultado das eleições?