Publicidade

12 de Maio de 2014 - 21:13

Por Tribuna

Compartilhar
 

O recolhimento de resíduos que possam servir como criadouro do mosquito da dengue chega à Cidade Alta. Até o fim desta semana, cerca de 200 funcionários da Prefeitura, entre servidores das secretarias de Saúde e de Obras, do Demlurb, da Cesama e da Empav, vão percorrer as vias para coletar materiais como vasos, garrafas PET, pneus inservíveis, panelas, pratos, recipientes vazios e utensílios diversos. Até ontem, segundo a Secretaria de Saúde, a cidade tinha 482 notificações, com 351 casos confirmados, incluindo um óbito. Já a morte de um homem, 83 anos, no Hospital São Vicente de Paula, antigo HTO, foi descartada para a dengue. De acordo com a Secretaria de Saúde, o paciente, morador do Santa Cândida, estava com a doença, mas o óbito foi provocado por outros problemas de saúde.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você leva em consideração a escolaridade do candidato na hora de votar?