Publicidade

04 de Dezembro de 2013 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Em Santa Luzia, bebê de 1 ano e 10 meses ficou ferido após deslizamento de terra atingir casa
Em Santa Luzia, bebê de 1 ano e 10 meses ficou ferido após deslizamento de terra atingir casa
No Centro, homem que passava debaixo de marquise conseguiu escapar de reboco que caiu na São João
No Centro, homem que passava debaixo de marquise conseguiu escapar de reboco que caiu na São João

Um bebê de 1 ano e 10 meses ficou ferido após um barranco deslizar e atingir um imóvel na Rua Orlanda Fortini Arcuri, no Bairro Santa Luzia, Zona Sul. A ocorrência, atendida por volta das 20h de segunda-feira, mobilizou Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e Resgate. A criança teve arranhões na mão e na testa, sendo encaminhada ao Hospital de Pronto Socorro (HPS), onde foi medicada e liberada. De acordo com vizinhos, após a queda do talude, uma das paredes da casa de quatro cômodos, onde a menina estava, foi atingida e se partiu. Os dois quartos que ficam nos fundos foram danificados. Em um deles, estava a criança, que foi atingida levemente por resquícios da estrutura que desabou. O imóvel foi interditado pela Defesa Civil. Uma mulher que cuidava da criança estava na cozinha e não se feriu. O pai, carpinteiro, havia saído. De acordo com o tio do bebê, o eletricista Marcos Antônio de Araújo, 32 anos, a queda do talude teria começado no mesmo local onde estava o hidrômetro do imóvel.

No balanço divulgado ontem pela Defesa Civil do município, entre as primeiras horas de terça-feira e o início da noite, 73 atendimentos em consequência das fortes chuvas que atingiram o município de sábado até segunda. Desse total, 24 vieram da região Norte, seguidos das zonas Sul (13) e Leste (15). O Centro somou oito ocorrências, e a região Sudeste mais sete. Já a Cidade Alta contabilizou cinco, e a Zona Norte, uma. Dos chamados, destacam-se 12 motivados por escorregamento de talude, sete por ameaças e 11 por orientações técnicas.

Com os casos de ontem, subiu para 36 o número de desalojados em virtude das precipitações. Quatro pessoas foram encaminhadas para o aluguel social da Prefeitura.

 

Queda de reboco na São João

Parte do reboco da marquise do prédio 225, onde se encontra a Galeria Ana Delmonte, na Rua São João, Centro, caiu por volta das 14h30 de ontem. Ninguém ficou ferido. De acordo com a secretária Beatriz Gregório da Silva, que trabalha ao lado do edifício, um homem conseguiu se desviar a tempo. O local foi isolado.

Conforme a assessoria da Defesa Civil, o prédio é antigo, e a chuva dos últimos dias complicou a situação. A Secretaria de Atividades Urbanas (SAU) informou que os responsáveis já foram notificados. Eles deverão adotar imediatamente medidas de segurança e retirar o material desnecessário de cima da marquise. O condomínio tem um prazo de 30 dias para apresentar um laudo de estabilidade e finalizar as obras de reparo, que incluem a captação de água, a correção das infiltrações, embutir a fiação exposta e realizar a pintura. O não cumprimento do prazo acarreta em multa de R$ 50 por dia.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?