Publicidade

18 de Março de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

Um projeto que está sendo desenvolvido pela MRS Logística, em parceria com a Settra, prevê a instalação de radares nos semáforos próximos a duas passagens de nível em Juiz de Fora. Segundo a concessionária, a ideia é sincronizar o funcionamento da cancela e do semáforo, multando os condutores que avançarem o sinal vermelho. A princípio, os equipamentos seriam colocados nas passagens das ruas Benjamin Constant, no Centro, e Pinto de Moura, no Poço Rico. A intenção é que os equipamentos sejam doados pela MRS à Prefeitura, que ficará responsável pelo processamento dos dados emitidos.

Segundo o gerente-geral de serviços da concessionária, Washington Noé, as duas ruas são recordistas de acidentes na linha férrea, e a ideia é coibir os abusos. "Esses pontos são os mais críticos, inclusive em número de carros em circulação. Pretendemos fazer a adequação para que o radar iniba quem pretende avançar com a cancela abaixada. Quando o trem se aproximar, automaticamente o semáforo ficará vermelho", explica. Ainda de acordo com o gerente, a MRS já procurou empresas especializadas para viabilizar a implementação dos equipamentos. "Tivemos, no início do mês, uma visita técnica de uma das empresas e, ainda esta semana, será formalizada uma proposta comercial para a colocação. A previsão é de que consigamos concluir o trabalho até o fim do primeiro semestre."

De acordo com a subsecretária operacional de Transporte e Trânsito, Iza Machado, paralelamente a esta iniciativa, a Settra fará intervenções físicas na Benjamin para melhorar a segurança, como a recolocação dos semáforos e melhorias nas calçadas. "Estamos nos programando para realizar o convênio e, no momento, aguardamos o retorno da MRS."

 

Pedestres

Devido ao alto número de atropelamentos na Benjamin, a MRS está instalando um direcionador de fluxo, a fim de forçar os pedestres a olharem para os dois lados antes da travessia. Em 2013, foram registrados dois acidentes com veículos nas passagens de nível da cidade e 14 atropelamentos. Conforme levantamento da Tribuna, duas pessoas morreram atropeladas na passagem da Benjamin.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) proíbe a realização de ultrapassagens em passagens de nível e prevê como infração gravíssima não parar o veículo antes de transpor a linha férrea. Avançar o sinal vermelho também é considerada infração gravíssima, e a multa é de R$ 191,54.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?