Publicidade

13 de Março de 2014 - 20:11

Por Tribuna

Compartilhar
 

A doação do terreno do Bairro Eldorado, região Nordeste, que possibilitará a construção da Estação de Reenvio de Teleférico do Jardim Botânico da UFJF, foi autorizada nesta quinta-feira (13) pelo prefeito Bruno Siqueira (PMDB). Em troca, a UFJF irá ceder ao Município sua parte no Terreirão do Samba, localizado na Avenida Brasil, no Centro, no qual será construído o novo Fórum. Cada um dos terrenos foi orçado pela Caixa em R$ 4,8 milhões.

Publicada no Diário Oficial, a lei nº 12.935 enfatiza que a doação destina-se "única e exclusivamente" à construção, no prazo de dez anos, do teleférico. Caso a instalação não seja realizada, ou a estação pare de funcionar, o imóvel reverterá ao patrimônio do Município, "imediata e automaticamente, independente de interpelação judicial ou extrajudicial". A Secretaria de Administração e Recursos Humanos (SARH) declarou, em nota, que "a ideia da lei é ressaltar o caráter de colaboração que deve imperar entre os diversos órgãos e entidades da administração, de todos os entes federativos, sempre que houver um fim público a ser atingido, que se demonstrará com a implementação do Jardim Botânico".

Para o reitor da UFJF, Henrique Duque, a doação acelerou a construção do teleférico. "Agora temos que fazer os ajustes de cartório. Mas vamos imediatamente colocar o tapume e começar a parte da construção civil. Acredito que, em 30 dias, as obras estejam começando de fato." De acordo com ele, a fabricante dos teleféricos é da Suécia e já está em fase de finalização do produto.

Duque também contou que houve diálogo com a vizinhança. "A comunidade aceitou a implantação da estação e fez alguns pedidos. Por exemplo, nesse terreno, seria construído uma estação de passagem. No entanto, a comunidade pediu que ali fosse realizado embarque e desembarque de passageiros. Eles também pediram para abrir uma área de caminhada. Nós incluímos isso no projeto."

Novo Fórum

Segundo a assessoria da SARH, em dezembro, o prefeito Bruno Siqueira recebeu das mãos do reitor a Resolução 26/2013, que autoriza a doação do terreno do Terreirão do Samba à Prefeitura para a construção do novo Fórum e adequações viárias para melhoria da mobilidade urbana. O imbróglio envolvendo o terreno em questão dura mais de três anos.

Após receber a doação, a Administração Municipal repassará o lote ao Estado de Minas Gerais, para assim proceder ao edital de licitação para a construção do prédio do novo Fórum. A edificação terá nove andares e capacidade para instalação de até 48 varas. No dia 13 de fevereiro, a Tribuna denunciou o problema de falta de espaço físico e déficit de servidores e comarcas do Fórum Benjamin Colucci.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?