Publicidade

10 de Maio de 2014 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

Ambulantes não regulamentados junto à Prefeitura estão sendo alvo da operação "Cidade para todos", realizada pela Secretaria de Atividades Urbanas (SAU), desde o final de abril. O objetivo é coibir o comércio irregular de produtos e evitar que os mesmos se tornem obstáculos em vias públicas, comprometendo a mobilidade da população. Segundo a chefe do Departamento de Fiscalização da SAU, Graciela Marques, as atividades são realizadas em caráter ostensivo e, em datas específicas, contando com o apoio das polícias Militar e Civil, e da Guarda Municipal.

"Verificamos um crescimento no número de obstáculos nas vias centrais, muito em função deste comércio. Com esta operação, queremos que nossas equipes ocupem as ruas para garantir a fluidez nas calçadas e para identificar estes trabalhadores ilegais. Queremos coibir esse tipo de prática", destaca.

Até às 18h de ontem, os fiscais de postura da pasta já haviam recolhido 1.300 mídias de CD e DVD piratas. Os profissionais ainda identificaram 38 veículos sendo comercializados na Rua Batista de Oliveira. Os proprietários dos carros devem ser identificados e, posteriormente, autuados de acordo com o Código de Posturas do Município. A multa para este tipo de infração é de R$ 580,99. O balanço final da operação deve ser divulgado na segunda-feira (12).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?