Publicidade

25 de Junho de 2014 - 16:01

Primeira reunião aconteceu nesta manhã e novo encontro foi marcado para o início de julho

Por Tribuna

Compartilhar
 
Encontro contou com a presença de lideranças empresariais e políticas
Encontro contou com a presença de lideranças empresariais e políticas

A criação de um Conselho de Segurança Pública, constituído pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), Polícia Militar e classe empresarial da cidade foi tema de reunião realizada na manhã desta quarta-feira (25) na sede da Prefeitura com representantes das entidades envolvidas. O encontro contou com as presenças de várias lideranças empresariais e dos secretários de Governo, José Sóter de Figueirôa, e de Comunicação Social, Michael Guedes. O objetivo foi estabelecer metas de segurança e discutir também sobre a promoção de um seminário sobre a violência no município, integrando a participação da sociedade em ações para a redução da criminalidade.

Os trabalhos também vão contar com membros do Centro Industrial, Fiemg, Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Sindicato do Comércio (Sindicomércio), Associação Comercial, Agência de Desenvolvimento, Câmara dos Dirigentes Lojistas de Juiz de Fora (CDL), além de representantes de empresas de consultoria em segurança, entre outros. A meta é que todos os setores envolvidos possam refletir sobre medidas para frear os crimes em Juiz de Fora.

Entre os temas tratados no encontro, os crescimentos econômico e demográfico da cidade foram ressaltados, junto com sugestões para atenuar os índices de violência no município. Modelos de segurança adotados em diversas cidades brasileiras e de outros países foram citados pelo grupo como opções de medidas mais rápidas e efetivas a serem adotadas. O secretário de Governo, José Sóter de Figueirôa destacou que a discussão foi fundamental para a compreensão da complexidade da segurança pública. "Sabemos que as autoridades estão empenhadas, por isso queremos colaborar com propostas concretas para auxiliar neste setor", destacou.

Por meio da assessoria de comunicação da PJF, o representante do Sindicomércio, Nício Fortes Garcia, deu ênfase na importância da reunião e nas tomadas de decisões que serão efetivadas posteriormente. "É preciso pensar uma maneira de trabalhar em conjunto, de forma convergente, mas é importante destacar que a polícia deve agir, contando com nosso apoio". Para o presidente do Centro Industrial, Leomar Delgado, é preciso propor e colocar em prática ações de segurança o mais rápido possível. De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura, mais uma reunião foi agendada para o início do próximo mês, a fim de discutir a instalação efetiva do Conselho.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?