Publicidade

18 de Julho de 2014 - 06:00

Por CÍNTIA CHARLENE

Compartilhar
 
Nome do Bairro Jardim Glória foi consertado em placa
Nome do Bairro Jardim Glória foi consertado em placa

As placas de indicação localizadas nas ruas Benjamim Constant e Barão de Cataguases, na região central, onde estava escrito erroneamente o nome Bairro "Jardim da Glória" já foram consertadas. Em matérias divulgadas anteriormente, a Tribuna noticiou o erro, e leitores também apontaram outros equívocos da sinalização pela cidade.

No caso do dispositivo que indica o Jardim Glória, a leitora Rosemary Ribeiro enviou à reportagem a foto do momento em que a correção era feita na Benjamin, com o "da" sendo encoberto por tinta da mesma cor da placa.

Ainda com relação ao descumprimento da lei que determina a explicação sobre quem é o homenageado com o nome da rua ou logradouro, a Tribuna recebeu reclamações de leitores sobre um equívoco que persiste na Praça Armando Toschi, o Ministrinho, músico e compositor, no Bairro Jardim Glória. A placa instalada ao lado da Rua Araguaia grafa erroneamente o nome do homenageado como Alfredo Toschi, sendo ele irmão de Ministrinho. O erro já havia sido noticiado pela Tribuna no ano passado. Também no início do segundo semestre de 2013, um ofício foi encaminhado à Prefeitura pelo vereador Wanderson Castelar (PT) para que esta falha fosse corrigida. Porém, nada foi feito até hoje .

De acordo com a assessoria de comunicação da PJF, a demanda de substituição já foi enviada para a empresa que presta o serviço. A Settra irá verificar porque não houve a execução.

Parque e Rua Halfeld

Também há denúncias de falhas de identificação em outro importante ponto turístico: o Parque Halfeld. As placas do logradouro e da Rua Halfeld trazem em sua titulação o fundador de Juiz de Fora, Henrique Guilherme Fernando Halfeld, quando, na verdade, apenas a rua seria em sua homenagem. Conforme o diretor do Museu do Crédito Real, Roberto Dilly, a via recebe o nome do fundador, porém o parque é uma homenagem ao coronel Francisco Mariano Halfeld, filho de Henrique. "O espaço, antes conhecido como Largo Municipal, foi nomeado em julho de 1901, por meio da resolução 472, como Parque Coronel Francisco Mariano Halfeld. Com o tempo, o povo o renomeou como Parque Halfeld."

Segundo o historiador, existe uma lei determinando que, antes de ser dado nome a qualquer logradouro público, seja feita uma consulta ao Instituto Histórico e Geográfico de Juiz de Fora. "As pessoas não sabem desta lei. Acredito que, se ela fosse cumprida, o número de erros diminuiria. O instituto tem o conhecimento histórico e, se houvesse uma checagem, muitos destes erros graves poderiam ser evitados."

Por meio de nota, a Settra esclareceu, mais uma vez, "que todas as placas com inscrições incorretas que forem observadas na cidade serão trocadas dentro de uma programação. O serviço já está em andamento. A pasta informa, ainda, que os cidadãos que observarem irregularidades devem formalizar a situação pelos canais de atendimento à população: settraatende@pjf.mg.gov.br ou 3690-8218".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?