Publicidade

10 de Abril de 2014 - 07:00

Peritos acharam escoriações no corpo da vítima, sugerindo que ela teria tentado se defender

Por Sandra Zanella (colaborou Marcos Araújo)

Compartilhar
 
Motorista estava com o cinto enrolado no pescoço
Motorista estava com o cinto enrolado no pescoço

Mais duas pessoas foram assassinadas no município em um curto período. Na manhã desta quarta-feira (9), Wildson Afonso, 29 anos, foi encontrado enforcado com fio elétrico e cinto de segurança dentro de um Ford Focus, totalmente trancado, no Bairro Recanto dos Brugger, próximo ao Bosque do Imperador, na Cidade Alta. O crime foi descoberto pela polícia por volta das 6h, depois que o motorista de um ônibus da Viação Tusmil passou pela Alameda José Brugger e estranhou o fato de haver um homem imóvel no interior do veículo, parado na via. A PM foi acionada e, ao chegar ao local, decidiu arrombar o carro, com placa de Juiz de Fora, já que o mesmo estava trancado.

"Vimos que o homem estava sentado no banco do motorista, com o encosto reclinado, e o cinto de segurança enrolado no pescoço. Arrombamos o veículo para verificar se ele ainda estava com vida, mas percebemos que já não tinha sinais vitais", contou um dos policiais que atendeu a ocorrência, soldado João Victor dos Reis. Segundo ele, o Samu confirmou o óbito e informou que a morte teria ocorrido cerca de oito horas antes. "Quando os peritos chegaram, verificaram que, por baixo do cinto de segurança, havia um pedaço de fiação, parecendo um cabo de celular", completou o militar. No corpo da vítima, também foram encontradas escoriações semelhantes às de luta, sugerindo que ela teria tentado se defender antes de ser morta. De acordo com a PM, com base nos trabalhos periciais, foi concluído que o homem havia sido assassinado. Ainda conforme o boletim de ocorrência, próximo ao veículo, no canto da via, foi localizada uma lata de cerveja, que teria sido utilizada para consumo de drogas. Também havia um rastro de palitos de fósforo que seguia até próximo ao carro.

Apesar de o Ford Focus estar trancado, a chave do mesmo permaneceu na ignição. A polícia encontrou a carteira de Wildson, com documentos, mas nenhum objeto de valor, como celular, foi localizado. O corpo foi encaminhado para necropsia no Instituto Médico Legal (IML), e o caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Homicídios.

 

 

Assassinado com cinco tiros

Já no final da noite de terça-feira (8), um homem, 26, foi morto com cinco tiros no Bairro Três Moinhos, Zona Leste. Por volta das 23h30, a PM recebeu informações de que havia uma pessoa caída na Rua José Luiz Flores, alvejada por disparos. O Samu foi acionado e constatou o óbito de Leonardo Machado Pires. Peritos da Polícia Civil estiveram no local e verificaram perfurações na cabeça, abdômen, axila e outras duas no ombro dele. Duas pedras de substância semelhante ao crack foram achadas na mão da vítima e, próximo ao corpo, dois fragmentos de projétil.

Conforme o boletim de ocorrência, a esposa de Leonardo, 32, contou que ouviu um barulho de moto, seguido de seis estampidos, e, logo depois, foi avisada por vizinhos sobre o crime, que aconteceu em frente à casa da vítima. Nenhum suspeito do homicídio foi apontado, e ninguém foi preso. O corpo foi encaminhado ao IML, e a ocorrência seguiu para investigação na Polícia Civil.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?